Mundo

Jordânia lança 56 ataques aéreos contra o Estado Islâmico

Jordânia
Jordânia lançou 56 ataques contra o EI. Foto: Reprodução

O governo da Jordânia diz ter realizado 56 ataques aéreos contra alvos do Estado Islâmico em uma vingança pelo assassinato do piloto Muaz al-Kasasbeh, que foi queimado vivo. O chefe da Força Aérea do país disse que os três dias consecutivos de ataques eram “apenas o começo” de campanhas planejadas em uma tentativa de vingar a morte do piloto de 26 anos de idade.

Na semana passada, o Estado Islâmico divulgou um vídeo pretendendo mostrar Kasasbeh ser queimado vivo em uma gaiola enquanto militantes mascarados em uniformes camuflados observavam. O ato foi amplamente condenado como um dos mais repugnantes que já aconteceram e enviou ondas de revolta em todo o Oriente Médio.

Um esquadrão de caças F16 dos Emirados Árabes Unidos chegou na Jordânia. Foto: AP

Um esquadrão de caças F16 dos Emirados Árabes Unidos chegou na Jordânia. Foto: AP

Neste domingo (8), o major-general Mansour al-Jabour disse: “Nós conseguimos o que estávamos procurando: a vingança para Muaz. E este não é o fim, é apenas o começo”.  De acordo com o major-general, os ataques – apelidados de Operação Mártir Moaz na memória do piloto – alvejou depósitos de armas, centros de treinamento, armazéns e instalações militares do Estado Islâmico.

Um esquadrão de caças F16 dos Emirados Árabes Unidos chegou na Jordânia, no domingo, um dia depois o estado do Golfo anunciar que estava sendo enviado para reforçar o esforço militar da coalizão. Ele irá realizar ataques aéreos conjuntos com os colegas jordanianos contra os militantes islâmicos, disse um funcionário da Jordânia no sábado (7). O foco de ataques aéreos da Jordânia é Raqqa, a fortaleza do Estado Islâmico na Síria.

Vídeo mostra o ataque da Jordânia ao EI:

 

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.