Mundo

Japão ordena abate mais 37 mil frangos devido a novo surto de gripe aviária

Segundo a Agência Lusa, as autoridades japonesas ordenaram nesta terça-feira (30) novo abate de 37 mil frangos, após a confirmação de um terceiro surto de gripe aviária no país em menos de um mês.

Testes genéticos confirmaram a presença do tipo H5 do vírus em uma propriedade rural na cidade de Yamaguchi, no Sudoeste da ilha principal de Honshu, depois de o proprietário ter reportado, nessa segunda-feira (29), a morte repentina de cerca de 20 aves, informou o Ministério da Agricultura.

As autoridades iniciaram o abate e solicitaram às propriedades localizadas num raio de 10 quilômetros em torno da propriedade afetada para não transportarem as aves para fora daquela área geográfica.

Medidas idênticas foram tomadas na segunda-feira em Miyazaki, na Ilha de Kyushu, no Sudoeste do país, onde outro surto de gripe aviária foi detectado, obrigando o abate de 42 mil frangos. “Continuaremos a tomar todas as medidas necessárias se forem confirmados outros surtos”, disse nesta terça (30) o porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga, em reunião ministerial convocada para discutir o problema.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.