leucemia

(ANSA) – Uma técnica inédita desenvolvida por especialistas do hospital católico Bambino Gesù, que fica em Roma, na Itália, pode ser uma nova esperança para curar crianças que sofrem com leucemia e outros tipos de tumores no sangue.

Os médicos conseguiram constatar que o transplante de medula óssea de pais que não são compatíveis para a doação aos filhos oferece a mesma possibilidade de cura daqueles doadores compatíveis.

O método foi publicado na revista científica internacional “Blood” e também repercutido pela Sociedade Americana de Hematologia.

O resultado foi obtido após uma técnica inovadora das células-tronco feitas na entidade e foi aplicado em 80 pacientes da instituição com a cura definitiva para “mais de 70% deles”. “É uma ocasião para a cura definitiva para centenas de bebês na Itália e no mundo”, informa o hospital.

A equipe, liderada pelo médico Franco Locatelli, diretor do Departamento de Onco-Hematologia e Medicina de Transfusão do hospital pediátrico, já havia aplicado esse método para doenças relacionadas à imunodeficiência e doenças genéticas.

Mas, a novidade é que ela também funcionou para a leucemia e diversos tipos de tumores no sangue de crianças. (ANSA)

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.