Ipem suspende fiscalizações e atendimento presencial em Natal e Mossoró

Ipem suspende fiscalizações e atendimento presencial em Natal e Mossoró

O Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem/RN) informa que estão suspensas as verificações periódicas das áreas de metrologia, pré-medidos e qualidade e taxímetro e os atendimentos presenciais no órgão desde a última segunda-feira (01/03). A suspensão vale para os atendimentos em Natal e Mossoró.

A decisão segue as orientações da Portaria Conjunta 01/2021 – SESAP/SEAD, publicada no Diário Oficial do Estado, que dispõe sobre medidas temporárias em relação ao atendimento externo e regime de teletrabalho realizado nos órgãos e entidades da administração pública estadual direta e indireta, em razão do aumento no número de casos da Covid-19 em 2021.

Os atendimentos ao público serão realizados de forma remota pelos seguintes e-mails e telefones:

Natal:

  • Setor Operacional – operacional.ipem@gmail.com e 3222-1908
  • Setor de Cobrança – cobrança.ipem@gmail e 84 3222-1904 (apenas por whatsapp)
  • Setor Jurídico – ipemrn.juridico@gmail.com
  • Setor da Qualidade – ipemrnqualidade@gmail.com
  • Taxímetro – taximetroipem@rn.gov.br e (84) 3222-1659
  • Ouvidoria – ouvidoriaipem.rn@gmail.com ou 84 98147-9433 (apenas por whatsapp)

Mossoró:

  • Setor Operacional – operacional.ipemmossoro@gmail.com
  • Setor de Cobrança e Jurídico – cobrança.ipemmossoro@gmail.com
  • Setor da Qualidade – ipemrnqualidade@gmail.com
  • Taxímetro – atendimento.ipemmossoro@gmail.com
  • Ouvidoria – ouvidoriaipem.rn@gmail.com ou 84 98147-9433 (apenas por whatsapp)

O retorno das atividades presenciais no IPEM/RN será reavaliado e ficará condicionado aos indicadores constantes na portaria como a taxa de ocupação dos leitos estar abaixo de 80%.

Mais informações: IPEM – Natal: 84 3222-9256 / IPEM – Mossoró: (84) 3312-7292.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: