Concurso PúblicoDestaques

INSS: concurso para técnico de seguro social foi autorizado

O servidor deste cargo faz jus a salário inicial no valor de R$ 5.447,79 para uma jornada de 40h semanais

O Diário Oficial da União publicou, nesta segunda-feira (13), portaria da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, que autoriza a realização de concurso público para o provimento de mil cargos de Técnico do Seguro Social do quadro de pessoal do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

A responsabilidade pela realização do concurso será da presidência do INSS, “a quem caberá editar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outros atos administrativos necessários”, diz ainda o documento.

O prazo para a publicação do edital de abertura do concurso público será de seis meses, contado a partir de hoje, data da publicação da portaria.

Novo concurso INSS

Em maio deste ano, chegou ao fim a paralisação dos servidores do Instituto Nacional de Seguro Social. Conforme o acordo de greve assinado, diversas pautas deveria ser atendidas, incluindo a realização do novo concurso INSS.

O documento, assinado pelas entidades representativas da categoria, o INSS e Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), trouxe diversas ações a serem tomadas.

Em relação ao concurso público, o INSS deveria formar um comitê gestor, que ficaria responsável pelas tratativas a fim de realizar a seleção. Vale lembrar que, na primeira quinzena de maio, uma minuta de decreto foi enviada ao MTP com esse fim.

O acordo de greve também previa que o MTP enviasse à Casa Civil da Presidência da República uma proposta com o intuito de avalizar a carreira do seguro social como sendo típica de Estado.

O documento deveria estabelecer como critério mínimo de admissão para o cargo de técnico do seguro social o nível superior. Vale lembrar que um Projeto de Lei (PL) com essa proposta já havia sido apresentado, com o intuito de ser elaborado e enviado pelo MTP.

Segundo o Instituto Nacional de Seguro Social e a categoria, as atribuições da carreira mudaram nos últimos anos, por conta disso, a exigência do nível superior seria o mais adequado, valorizando assim os profissionais que ocupam tal função.

Apesar da previsão do PL, ainda não é certa a exigência de tal requisito no próximo concurso INSS. Em 2021, durante entrevista com o setor de Gestão de Pessoas do INSS, a autarquia afirmou que tal mudança não estaria prevista no próximo edital, mas sim em outros.

Requisitos e salários

Conforme indicado no último edital (realizado em 2015), para ser um Técnico do Seguro Social, o candidato necessita (atualmente) possuir formação de nível médio ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

O servidor deste cargo faz jus a salário inicial no valor de R$ 5.447,79 para uma jornada de 40h semanais. No topo da carreira, a remuneração do servidor deste cargo passa a ser de R$ 9.099,25.

O salário é formado com base na soma do vencimento básico, com a Gratificação de Atividade Executiva (GAE) e Gratificação de Desempenho de Atividade do Seguro Social (GDASS).

No início da carreira, o GAE para um servidor do quadro de Técnico é de até R$ 1.588,35. Já ao final da carreira, o valor vai para R$ 2.348,18.

No caso da GDASS, o valor inicial pago ao Técnico é de R$ 3.595,00. No final da carreira, a gratificação passa a ser de R$ 6.234,00.

É importante reforçar que, além dos salários, o Técnico ainda faz jus a bônus de R$ 57,50 por processo finalizado.

Detalhes sobre o último concurso INSS

Para quem já deseja iniciar a preparação, o último edital pode ser usado como base. Realizado em 2015, o concurso do INSS contou com 950 vagas para técnicos e analistas.

A seleção teve a organização do Cebraspe. Os candidatos ao cargo de técnico foram submetidos a uma prova objetiva, contendo 120 questões sobre:

  • Ética no Serviço Público;
  • Regime Jurídico Único;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Noções de Informática; e
  • Conhecimentos Específicos.

Já os analistas tiveram disciplinas de Português, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Legislação Previdenciária, Legislação da Assistência Social, Saúde do Trabalhador e da Pessoa com Deficiência.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.