DestaquesEconomia

INSS: aposentadoria por idade pode ficar até 40% menor para os segurados

Trabalhador deverá seguir exercer um tempo muito maior de contribuição para conseguir receber 100%

Desde a aprovação da famigerada Reforma da Previdência, no dia 13 de novembro de 2019, algumas regras para o pagamento dos benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) mudaram.

Entre elas estão os descontos por conta do tempo de trabalho. Na aposentadoria por idade, a remuneração é de 60% da média dos salários, somando 2% a mais a cada ano a partir de 20 anos de contribuição para homens e 15 anos para mulheres.

Só se aposenta com 100% do valor da contribuição o homem que contribuiu por 35 anos e a mulher que contribuiu por 30 anos e tenham, no mínimo, 65 e 62 anos (regras atuais).

Assim, os trabalhadores precisam se atentar que não basta chegar apenas ao tempo mínimo de contribuição e idade, mas sim, se deve chegar a um tempo muito maior de contribuição para conseguir receber 100% das contribuições.

Conta da média dos salários também mudou

Até a reforma, a conta do benefício excluía os 20% dos salários mais baixos que o contribuinte recebeu para o cálculo do benefício da aposentadoria. Desde 2019, no entanto, 100% dos salários que o trabalhador recebeu em sua vida profissional entram na conta. Ou seja, se houver grandes variações em sua remuneração, elas terão impacto na sua aposentadoria.

Simulador de aposentadoria

Pelo Meu INSS, o trabalhador pode consultar a calculadora e simular sua aposentadoria de acordo com cada regra, entre as anteriores (se houver direito adquirido) e as criadas pela reforma. A ferramenta informa a qual tipo de aposentadoria o segurado tem ou não direito, se já atingiu os requisitos, e simula quanto tempo faltaria para que tivesse direito aos outros.

É preciso conferir se todos os períodos estão sendo considerados neste cálculo, já que podem haver erros na base de dados do Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

Existem situações comuns que atrapalham o uso da calculadora do INSS. Alguns exemplos são:

  • períodos em empresas que sonegaram contribuições (ou seja, não pagaram os valores ao governo)
  • valores adicionais que não tenham sido registrados adequadamente, como cargos comissionados
  • experiências no exterior
  • serviço militar
  • atividades especiais, com exposição a insalubridade
  • trabalho rural

Como solicitar aposentadoria por idade no INSS?

A aposentadoria é um benefício pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para todo trabalhador que contribua com a previdência.

A aposentadoria por idade é um dos 4 tipos hoje concedidas pelo INSS:

  • por tempo de contribuição
  • por idade
  • especial
  • por invalidez

Quem pode se aposentar por idade?

No caso da aposentadoria por idade, é necessário que o segurado tenha feito pelo menos 180 contribuições.

Além disso, é preciso, em 2022, idade mínima de 65 anos, no caso dos homens, e a partir de 61 e 6 meses para as mulheres — em 2023, a idade mínima será de 62 anos para mulheres. Para os dois casos, é necessário ter o tempo mínimo de 15 anos de contribuição.

No Brasil, de janeiro a abril desse ano, já foram pagos R$ 65,8 bilhões em aposentadoria por idade, diz o INSS.

Como solicitar?

  • Entre no site Meu INSS;
  • Faça login usando sua conta gov.br;
  • Clique no botão “Novo Pedido”;
  • Digite o nome do serviço/benefício que você quer;
  • Na lista, clique no nome do serviço/benefício;
  • Leia o texto que aparece na tela e avance seguindo as instruções.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.