Destaques, Educação

Inscrições no Fies 2018.2 foram prorrogadas e acabam nesta terça (24)

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira, 24 de julho, acaba o período de inscrição no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) válido para o início da graduação no segundo semestre deste ano. O prazo corre até às 23h59 na página do Fies na internet. Podem participar estudantes que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos e nota acima de zero na redação.

Para ser financiável, o curso precisa atender a determinados critérios, tais como: conceito no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), que deve ser igual ou superior a três, e autorização para funcionamento concedida pelo MEC.

Até o início desta segunda-feira (23), prazo definido anteriormente pelo Ministério da Educação (MEC) para a realização de candidaturas, haviam sido realizadas 170.190 inscrições. Nesta edição, são ofertadas mais de 155 mil vagas com ingresso na graduação durante o segundo semestre de 2018 e pelo menos 50 mil ofertadas a juros zero.

O anúncio do resultado Fies 2018 está previsto para 30 de julho. Caso o financiamento seja aprovado, os estudantes devem comprovar a renda apresentando a documentação exigida além de complementar as informações entre 30 de julho e 3 de agosto. A contratação do financiamento será feita posteriormente.

O modelo anterior criado pelo Governo Federal foi reformulado e passou a ser chamado por Novo Fies, subdividido em modalidades diferentes definidas a partir de critérios de renda familiar. São elas:

Modalidade Juros Zero: direcionada para estudantes que têm renda familiar mensal por pessoa de até três salários mínimos. O financiamento tem teto de R$ 42 mil por semestre (nas edições anteriores o limite era R$ 30 mil) e percentual mínimo de 50% financiável.

Saiba mais: é possível cursar uma graduação pelo Fies sem pagar juros?

Modalidade P-Fies: destinada a candidatos que têm renda mensal de até cinco salários mínimos. O financiamento é feito por meio de recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento e também de instituições financeiras.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.