Incêndio em fábrica de vacinas na Índia deixa 5 mortos

Incêndio em fábrica de vacinas na Índia deixa 5 mortos

Incêndio em fábrica de vacinas na Índia deixa 5 mortos

Romário Nicácio janeiro 21, 2021 Coronavírus

(ANSA) – Pelo menos cinco pessoas morreram em um incêndio na sede do Instituto Serum, maior produtor de vacinas do mundo e fabricante do imunizante anti-Covid da Universidade de Oxford e da AstraZeneca na Índia.

As chamas atingiram uma unidade de produção de vacinas contra o rotavírus no quartel-general da indústria farmacêutica, situado em Pune, no estado de Maharashtra. “Foram encontrados cinco corpos completamente carbonizados”, disse o delegado Amitabh Gupta ao jornal Times of India.

Em seu perfil no Twitter, o primeiro-ministro Narendra Modi se disse “angustiado” com a perda de vidas no Instituto Serum e afirmou que seus “pensamentos estão com as famílias daqueles que perderam suas vidas”.

O gerente da fábrica, Vivek Pradhan, contou à imprensa local que o fogo teria começado em um laboratório de rotavírus no terceiro andar do prédio, onde também havia um estoque de vacinas BCG. “Estavam em andamento alguns trabalhos em instalações elétricas e encanamentos”, afirmou.

De acordo com o CEO do Instituto Serum, Adar Poonawalla, o incêndio não afetou a manufatura de vacinas contra a Covid-19. “Gostaria de assegurar a todos os governos e ao público que não haverá perda da produção da Covishield [nome comercial da vacina de Oxford]”, escreveu o executivo no Twitter.

O Brasil é um dos países que assinaram acordos com o Instituto Serum, mas ainda não há prazo para a entrega das 2 milhões de doses da Covishield. A empresa produz cerca de 1,5 bilhão de doses de diversas vacinas por ano, que são exportadas para mais de 170 nações.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos