DestaquesEducaçãoRio Grande do Norte

IFRN adia retorno presencial das aulas

Medida é baseada no "crescimento do número de casos de covid-19 nos últimos dias e o recente surto de influenza H3N2"

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) emitiu, nesta sexta-feira, 7 de janeiro, uma portaria em que suspende o avanço do retorno às atividades presenciais.

A medida, baseada nas recomendações do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da Instituição, foi assinada pela professora Antônia Silva, reitora em exercício do IFRN. A resolução é voltada aos servidores e ao retorno às aulas, respectivamente. O texto define o prazo de 15 dias de suspensão da etapa, sugerindo a reavaliação do cenário epidemiológico até o dia 20/01/2022.

A recomendação do Comitê cita a observância ao cenário epidemiológico do estado, com o crescimento no número de casos de covid-19 nos últimos dias e o recente surto de influenza H3N2, “doença com alto impacto de contaminação, que tem causado a sobrecarga dos sistemas de saúde do Estado nos últimos dias”, para sugerir a suspensão do avanço.

Assim, o retorno da totalidade do trabalho presencial, previsto na fase 4 da Resolução 72/2021, agendado para esta segunda-feira, 10/1, não vai acontecer. No Ensino, cuja resolução tem como anexo as Diretrizes Pedagógicas onde se lê que “haverá simultaneidade entre aula presencial e remota para uma mesma turma” a partir da fase 3.2, o retorno também não avança.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.