Idosa de 83 anos é condenada por tentar matar marido a facadas

A idosa Querubina Lourenço Teixeira, de 83 anos, condenada em 2015 por tentar matar o ex-marido, teve a pena convertida de regime fechado para prisão domiciliar nesta terça-feira (13). Sob acusação de planejar o assassinato na cidade de Monte Alegre, distante 39 quilômetros de Natal, a mulher e o sobrinho Evandson de Freitas Silva, foram condenados por tentativa de homicídio. Ela esfaqueou o ex-marido.

A idosa terá que cumprir recolhimento domiciliar em período integral, autorizando-se apenas eventuais saídas para tratamento de saúde, comparecimento em Juízo sempre que requisitada, comunicação prévia de mudança de endereço e proibição de aproximação a menos de 200 metros da vítima, ex-marido dela.

“Após análise da documentação verifico que, de fato, a apenada não tem condições de permanecer em estabelecimento prisional, devido a idade avançada e suas condições de saúde, conforme documentos anexados”, destaca juíza Ana Paula Barbosa dos Santos, substituta na comarca de Monte Alegre.

O caso

Com repercussão na imprensa, ocorreu em 10 de abril de 2014, à Rua Antônio Miranda, no município de Monte Alegre, na qual, a idosa e o sobrinho, teriam tentado matar Eronildo Francisco Dantas, com golpes de facão, o que somente não se consumou por circunstância alheia à vontade dos autores do delito. Segundo o inquérito policial, a acusada, que era esposa da vítima, teria planejado um dia antes o assassinato.

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!