Universo

Hubble detecta “esferas de fogo” gigantes expelidas de local desconhecido

Foto: Divulgação / Nasa

O Telescópio Espacial Hubble da NASA detectou esferas gigantes de plasma fundido viajando a velocidades impressionantes no espaço a 1.200 anos-luz de nosso planeta. Esta descoberta foi a base para uma publicação na revista científica “The Astrophysical Journal“.

Segundo a publicação, por 11 anos, os cientistas usaram o telescópio para observar o comportamento da estrela de carbono V Hydrae, que está ameaçada de extinção, e descobriu uma cadeia de esferas gigantes duas vezes maior que Marte, que atingem temperaturas quase duas vezes maior do que a superfície do nosso Sol. Essas esferas monstruosas viajam a uma velocidade de 850.000 quilômetros por hora. Nessa velocidade, eles poderiam ir a uma distância semelhante à que existe entre a Terra e a Lua em apenas 30 minutos.

Foto: Divulgação / Nasa

Foto: Divulgação / Nasa

Uma das teorias tratadas é que essas “esferas” foram expulsas por um grupo desconhecido de estrelas que orbitam em torno de uma gigante vermelha, como parte de uma “chuva estelar” que ocorre a cada oito anos e meio ao longo dos últimos quatro séculos.

Segundo esta teoria, o grupo de estrelas absorvia energia da V Hydrae para formar esferas que posteriormente foram lançados no espaço. Esse fenômeno permitiria aos cientistas explicar a enorme quantidade de esferas brilhantes em torno de estrelas em extinção que têm sido observadas pelo telescópio Hubble desde o início de sua operação em 1990.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.