Destaques, RN

Hospital Memorial continua com atividades paralisadas

Hospital Memorial

As atividades do Hospital Memorial continuam paralisadas e sem previsão de retorno. Conforme prometido pela Secretaria Estadual de Saúde, o órgão repassou nessa terça-feira (25) para a Prefeitura do Natal cerca de R$ 4 milhões para pagamentos de prestadores de serviço e fornecedores. Deste valor, R$ 588.407,21 foram transferidos para o Memorial como pagamento de parte da dívida que é de R$ 2.639.000,00.

“Não é o nosso desejo parar o atendimento, queremos voltar a atender urgentemente a população tão prejudicada, mas não temos condições de retomar as cirurgias diante desta situação financeira. A dívida do Estado continua no patamar de R$ 2 milhões e o débito da Prefeitura também se mantém em R$ 2.168.000,00, ou seja, continuamos com o prejuízo acima dos R$ 4 milhões”, lamenta o diretor clínico do Memorial, Ricardo Gomes.

Histórico

As cirurgias de ortopedia e traumatologia do Hospital Memorial estão suspensas desde o dia 17 de julho para os pacientes do SUS de todo o estado do Rio Grande do Norte. O motivo da paralisação é a dívida que se acumula em mais de R$ 5 milhões, pelos governos Estadual e Municipal com a unidade hospitalar. Nestes 10 dias de paralisação, os pacientes que estavam com cirurgias eletivas agendadas foram atendidos normalmente, cerca de 14 procedimentos feitos por dia.

O Hospital Memorial é conveniado com o SUS, através dos Governos Federal, Estadual e Municipal, atendendo a cerca de 50% da demanda de pacientes que necessitam de procedimento cirúrgico de ortopedia. São feitos em média 600 atendimentos por mês. Diante da paralisação, os corredores do hospital geral Walfredo Gurgel começam a ficar sobrecarregados de pessoas acidentadas aguardando por cirurgias ortopédicas.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.