Destaques, Mossoró

Hospital da Mulher tem previsão de ser concluído em 2020

Hospital da Mulher tem previsão de ser concluído em 2020

O secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, visitou nesta quarta-feira (6), a obra do Hospital da Mulher em Mossoró, e recebeu a informação da equipe de engenheiros de que a unidade hospitalar será entregue à população em abril de 2020. Mais de 30% da edificação já foi concluída.

A subsecretária de Planejamento e Gestão, Márcia Lucas, e a coordenadora da Sesap, Milena Martins, que acompanharam o secretário na visita, ficaram impressionadas com o tamanho do hospital que está sendo financiado pelo Banco Mundial com investimentos da ordem de R$ 54 milhões (parte física) e R$ 60 milhões em equipamentos. A expectativa é atender cerca de 20 mil pessoas/ano.

O Hospital da Mulher atenderá os 62 municípios da Região que tem como principais cidades, além de Mossoró, Alto do Rodrigues, Açu, Areia Branca, Apodi, Pau dos Ferros, São Rafael, Caraúbas, Patu, Tibau, São Miguel, Umarizal e Alexandria.

A unidade hospitalar vai funcionar dentro dos padrões de atendimento que prioriza a Rede Cegonha. O Complexo Hospitalar de Atenção à Mulher terá leitos de observação do pronto-socorro, leitos de internação e de suporte para mulheres vítimas de violência.

Contará ainda com leitos de unidade de terapia intensiva e cuidados intermediários e unidades funcionais para Centro Obstétrico com Salas de Parto Humanizado e Salas Cirúrgicas de Obstetrícia, Cirurgias Eletivas, Banco de Leite Humano, Casa da Gestante e o Centro de Parto Normal.

A unidade funcionará como hospital campo de estágio, em parceria com a UERN (Universidade Estadual do Rio Grande do Norte), para áreas de saúde e afins.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.