Natal

Henrique Alves tem CNH retida após se negar a soprar bafômetro

O ex-ministro do turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB) teve sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida após se recusar a fazer o teste do bafômetro na madruga desta quinta-feira (21), durante uma blitz da Lei Seca na avenida Engenheiro Roberto Freire, zona Sul de Natal.

A operação que foi realizada pela Polícia Militar e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) terminou com 16 pessoas presas e 132 CNHs recolhidas. Além do ex-ministro, seis policiais militares também foram autuados administrativamente durante a blitz.

Segundo o coordenador da operação Lei Seca, o capitão Styvenson Valentim, Henrique Eduardo terá até cinco dias úteis para ir ao Detran e recuperar o documento. Como ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, não ficou comprovada a ingestão de bebida alcoólica e por isso Henrique Eduardo não irá responder criminalmente por embriaguez ao volante. Apesar disso, o ex-deputado foi autuado administrativamente e terá que pagar multa de R$ 1,915,40.

A blitz da Lei Seca foi montada na rotatória da avenida Engenheiro Roberto Freire com a Rota do Sol. Além da retenção da carteira de Henrique Eduardo Alves, um carro oficial do Estado também foi apreendido. O veículo estava sendo conduzido por um policial militar, que também foi autuado administrativamente.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.