Halleluya Natal bate recorde de público e alcança mais de 100 mil participantes

Halleluya Natal bate recorde de público e alcança mais de 100 mil participantes

dezembro 16, 2019 0 Por Rafael Nicácio

Mais de 100 mil pessoas marcaram presença na 10ª edição do Festival Halleluya em terras potiguares. O evento aconteceu de sexta-feira, 13, a domingo, 15, e trouxe uma grande diversidade de ritmos e experiências para o público, que lotou o anfiteatro da UFRN.

Além das já tradicionais bandas locais, bandas nacionais como Rosa de Saron, Missionário Shalom, Thiago Brado e Ir. Kelly Patrícia fizeram a alegria do público, que pôde também assistir ao espetáculo “O último anoitecer”, com uma importante mensagem sobre a valorização da vida tema do Festival 2019.

Além dos shows no palco principal, o público foi convidado a viver uma experiência autêntica de paz, com as confissões, aconselhamentos e um espaço de adoração. Nos três dias de evento, aconteceram 439 confissões e 609 aconselhamentos, que levaram consolo e esperança ao coração das pessoas.

Durante o Festival Halleluya, também foram arrecadados 1315 quilos de alimentos, que serão doados para fazer o Natal das famílias que participam dos projetos de Promoção Humana realizados pela Comunidade Católica Shalom.

Thiago Brado fez seu último show de 2019 no Halleluya Natal, dentro da turnê do DVD “Sopro”, seu trabalho mais recente. De acordo com Thiago, estar no Halleluya da capital potiguar é sempre uma grande alegria: “O povo aqui é muito acolhedor, nos recebe com muito amor, muito carinho; a gente sente isso e tenta devolver esse carinho por meio da música, da nossa mensagem”.

A missa de encerramento do Festival Halleluya foi presidida pelo arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha. Na oportunidade, Dom Jaime comentou sobre a ansiedade dos jovens na atualidade, demasiadamente preocupados em saber para onde vão e o que lhes espera no seu futuro. “Eventos como o Halleluya são oportunidades de anunciar a esperança; para reforçar o valor da vida humana, da vida dos jovens”, disse na homilia.