Hackers usam o nome da Uber para aplicar novo golpe

setembro 19, 2017 0 Por Rafael Nicácio
Hackers usam o nome da Uber para aplicar novo golpe

Especialistas em Segurança da PSafe – empresa desenvolvedora do aplicativo DFNDR, identificaram mais de dez links falsos, criados por hackers, que supostamente levariam internautas a se cadastrarem como motoristas no site oficial da Uber, mas na verdade funcionam como um sistema de roubo de dados. Mais de cinco mil pessoas foram afetadas pelo golpe.

Como funciona o golpe que está usando o nome da Uber:

Diferente dos outros golpes que são divulgados via WhatsApp, esse se espalha por meio de e-mail e SMS. Os links possuem falsos formulários de cadastro para ingressar como motorista no aplicativo de viagens e solicitam informações pessoais dos internautas, que são utilizadas para fraudes financeiras.

“É importante que, ao receber links desconhecidos, os usuários prestem atenção na URL, pois, muitas vezes, ela contém palavras e domínios suspeitos. Além disso, é necessário criar o hábito de não compartilhar com amigos e familiares nenhum arquivo ou página web cuja procedência não é conhecida”, ressalta o Emílio Simoni, gerente de segurança da PSafe, que também salienta a importância de manter um antivírus atualizado no celular para detectar e bloquear sites maliciosos.

Segundo Emílio, golpes como esse que envolve o nome da Uber, estão cada vez mais comum e tem como objetivo prejudicar pessoas que buscam alternativas de complementação de renda ou que integram o montante de 13 milhões de desempregados do país – dado divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Confira prints de alguns dos sites detectados:

golpe uber