Coaching,

Hábitos ineficazes que lideres usam e que dificultam o sucesso da equipe

Hábitos ineficazes que lideres usam e que dificultam o sucesso da equipe
Foto: 089photoshootings / Pixabay

Ser líder requer grandes cuidados em muitos aspectos. As palavras possuem um peso ainda maior numa posição de destaque, por isso é importante estar atento ao uso de discursos ou palavras que podem soar negativas ou ser mal interpretadas. Mas essa consciência deve ir além da linguagem para que a imagem do superior não fique desgastada e as ações se tornem ainda mais eficazes. Existem alguns hábitos que, ainda que sejam praticados por líderes de sucesso, não geram resultados que eles esperam.

Um desses costumes é ter uma opinião sobre todos os assuntos possíveis, o desejo de adicionar seus “dois centavos” a cada discussão e tentar agregar conhecimentos em toda conversa, sendo que isso pode fazer com que a sua equipe perca autonomia. Em contrapartida, o hábito de não escutar é a forma mais passiva-agressiva de desrespeito pelos colegas.

Muitos não percebem, ou realmente fazem com alguma inocência, que estão promovendo comentários destrutivos, o sarcasmo das agulhas e os comentários cortantes que achamos que nos fazem soar vivos e espirituosos, podendo destruir a equipe com que trabalhamos.

Começar as frases com “mas”, “não” e também o uso do “de qualquer forma” pode ser algo prejudicial para os líderes. O uso excessivo dessas palavras negativas faz com que qualquer frase soe como: eu estou certo, você está errado. Além disso, não perca tempo tentando obter o que as pessoas não têm. Trate de estimular o que equipe, ou o colaborador, já têm.

O líder precisa aprender que o seu poder de alavancagem depende muito mais de sua humildade e capacidade de apoiar seus colaboradores do que da sua capacidade técnica. Suas competências básicas são a delegação e o empowerment, a defesa da visão e o comportamento coerente com os valores.

Em algumas pessoas também é perceptível o egocentrismo, uma necessidade excessiva de ser o centro das atenções, mas é preciso ser sucinto e ter zelo ao exaltar as próprias virtudes. Quem convive com pessoas de sucesso entende que eles estão nessa posição por mérito e ao exaltar determinadas competências, o efeito pode ser exatamente o contrário do desejado.

Em vez de tratar de resolver o defeito, deve-se investir suas fontes para corrigir o mecanismo que o gerou. Desse modo, não só se conserta aquele defeito específico como também se melhora o rendimento geral. Quando se sente à vontade de percorrer esse caminho, você entende por que os japoneses afirmam que “um defeito é um tesouro”.

Quais desse comportamentos, você como um líder de sucesso, tem percebido em si mesmo e não reconhece os efeitos e resultados no seu time? Se qualquer uma dessas situações estiver acontecendo na sua empresa, e até mesmo na vida, é possível que você esteja perdendo dinheiro, produtividade e resultados por conta disso.


Artigo escrito por Renata Tolotti – que é empreendedora, coach e palestrante. Além da formação em arquitetura, cursou a Marshall Goldsmith Stakesholder Centered Organization (melhor formação de líderes por Harvard Business School em 2018).

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.