Mundo

Guerra nuclear à vista? Pentágono moderniza seus “aviões do juízo final”

O Pentágono pediu ao Congresso para alocar cerca de 79 milhões dólares americanos para a modernização dos aviões ‘juízo final’, aeronaves para uso exclusivo do presidente dos EUA e líderes militares seniores do país, no caso de iniciar uma guerra nuclear. As informações são do Actualidad RT.

O contador do Departamento de Defesa, Mike McCord, pediu recursos materiais do Congresso para a modernização do avião presidencial e das aeronaves de comando e controle, operado pela Força Aérea dos EUA, relata o portal Inside Defense. Ao todo são dois Boeing VC-25A, usados pelo presidente do país, e quatro E-4B Nightwatch.

Os E-4B são conhecidos pelo nome de “aviões do juízo final” (‘doomsday’em Inglês) e são destinados ao uso pelo presidente, o chefe do Pentágono, e outros altos líderes militares norte-americanos no caso de uma guerra nuclear, segundo a ForbesEles podem voar durante uma semana com reabastecimento no ar e todo o equipamento a bordo é protegido dos efeitos de explosões nucleares. Um em cada quatro E-4B é sempre totalmente preparado para decolar em poucos minutos.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.