Destaques, Plantão Policial

Guarda Municipal resgata 163 pássaros silvestres em feiras livres da zona Norte

Guarda Municipal resgata 163 pássaros silvestres em feiras livres da zona Norte

A Guarda Municipal do Natal (GMN) encerrou o final de semana contabilizando o resgate de 163 aves silvestres que estavam sendo comercializadas ilegalmente nas feiras livres dos conjuntos Santa Catarina (sábado, 04) e Nova Natal (domingo, 05), situadas na zona Norte da capital. As operações resultaram ainda na apreensão de uma espingarda e dois suspeitos de tráfico de animais silvestres foram detidos e vão responder por crime ambiental.

O resgate contou com a participação de guardas municipais lotados no Grupamento de Ação Ambiental e na Ronda Ostensiva da GMN. Entre os pássaros foi identificada 18 espécies diferentes de aves silvestres. Muitas estavam confinadas em pequenas caixas, sem água e com ventilação comprometida onde até 8 pássaros ficavam presos. Sendo assim, foi configurado pelos guardas o “crime de maus-tratos”. Alguns deles estavam com parte da penagem caída e em estado debilitado de saúde.

A intervenção dos guardas municipais foi motivada por denúncia de populares via número 190, do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp). Os agentes planejaram as abordagens de maneira a evitar que os pássaros fossem retirados da feira antes da chegada das guarnições, o que é comum, já que os traficantes utilizam de observadores para informar a chegada do policiamento.

pássaro ave silvestre zona norte de natal

O tráfico de animais silvestre é a terceira atividade de comércio ilegal que mais movimenta dinheiro no mundo, ficando atrás apenas do tráfico de drogas e de armas. Segundo a ONG Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, cerca de 38 milhões de animais são retirados anualmente do seu habitat, somente no Brasil. São 12 milhões de espécies distintas e estima-se que 90% desses animais cheguem a óbito logo após retirados da natureza.

A coordenadora do Grupamento de Ação Ambiental da GMN, Francineide Maria, lembrou da importância das pessoas denunciarem esse tipo de crime que afeta diretamente a fauna e a flora do país e contribui para o desequilíbrio ecológico. “Pedimos que o cidadão contribua denunciando para que possamos combater mais fortemente essa prática danosa a natureza e cruel com os animais”, pediu.

O cidadão pode denunciar esse tipo de crime nos números 190 (Centro Integrado de Operações em Segurança Pública – Ciosp), 181 (Disk Denúncia) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).

Os pássaros resgatados foram identificados e conduzidos para soltura em uma reserva ambiental. Já aqueles que necessitavam de cuidados veterinários ou que não pertencem ao bioma da mata atlântica foram levados a um centro de reabilitação credenciado pelo Ibama.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.