Governo recua e cancela entrevista sobre auxílio emergencial

junho 25, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Governo recua e cancela entrevista sobre auxílio emergencial

A assessoria do Palácio do Planalto anunciou nesta quinta-feira (2) que integrantes do governo concederiam uma entrevista coletiva sobre o auxílio emergencial, mas, pouco tempo depois do anúncio, informou que a entrevista havia sido cancelada. O motivo não foi informado.

Segundo o comunicado do governo, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, concederiam a entrevista.

Mais cedo, nesta quinta, Lorenzoni e Guimarães participaram de uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro para discutir o tema. Outros integrantes do governo também participaram.

Mensagem sobre o auxílio emergencial apagada

Pouco antes da reunião desta quinta, o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, chegou a informar em uma rede social que o governo irá pagar mais três parcelas do auxílio emergencial.

Ramos informou ainda que as parcelas seriam de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, conforme já havia adiantado o blog de Cristiana Lôbo. Pouco tempo depois de publicada, a mensagem do ministro foi apagada.

Segundo a assessoria, o ministro apagou a postagem porque a informação estava incorreta e que o assunto ainda está em discussão.