Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

(ANSA) – Uma nova pesquisa Datafolha apontou que a lenta recuperação econômica do Brasil ajudou a frear a perda de popularidade do presidente Jair Bolsonaro. Segundo os dados, a avaliação ótimo ou bom oscilou de 29% para 30% na primeira semana deste mês. Já a taxa de reprovação, os que consideram o governo ruim ou péssimo, atingiu 36%. Os entrevistados que acham a administração Bolsonaro regular aumentou para 32%.

Apenas 1% dos entrevistados não sabe ou não respondeu. A pesquisa foi feita nos dias 5 e 6 de dezembro com 2.948 pessoas de 176 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O Instituto ainda questionou os entrevistados se eles confiam nas declarações de Bolsonaro. Ao todo, 19% das pessoas confiam; 37% confiam às vezes; 43% nunca confiam; e 1% não sabe ou não respondeu. Já em relação à situação econômica do país, 43% acham que vai melhorar; 31% acreditam que ficará estagnada; e 24% responderam que vai piorar. No total, 25% aprovam o trabalho do ministério econômico. Além disso, a pesquisa elegeu os principais problemas do Brasil.

De acordo com os entrevistados, a saúde está no topo da lista, com 32%, seguido pela educação, com 14%. Já segurança e desemprego aparecem ambos com 13%, e corrupção e economia, com 8%.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.