Google Adsense ainda vale a pena?

Google Adsense ainda vale a pena?

Google Adsense ainda vale a pena?

Wagner Santos agosto 7, 2021 Colunas

Lançado em 2003, o Adsense chamou bastante atenção na internet por oferecer rentabilidade para os mais variados tipos de sites. A ferramenta do Google exibe anúncios automáticos em hipertextos e vídeos, sendo popular entre os criadores de conteúdo digital. Porém, muitos ainda têm dúvida se o serviço ainda vale a pena. 

A premissa da plataforma é que, através da veiculação de anúncios do Google, seja ela em links, banners e ou vídeos publicitários, os sites parceiros gerem renda. Na prática, isso significa que toda vez que um visitante visualiza ou clica naquela propaganda, uma comissão é gerada para o produtor de conteúdo.

Por esse motivo, se há uma busca em monetização em sites, o Adsense pode ser uma estratégia a se adotar. Porém, é necessário primeiro entender como funciona o programa e as suas particularidades, incluindo suas vantagens e desvantagens.

Vantagens do Adsense

Para aderir ao Adsense, sites, blogs e canais no Youtube precisam ser aceitos nas políticas do programa e se manter livres de tráfego inválido. Uma das regras é que o conteúdo precisa ser original, respeitoso, trazer informações verdadeiras, de valor para o usuário e produzido por uma pessoa maior de 18 anos. Além disso, para entrar na plataforma, o conteúdo produzido deve ser relevante e gerar engajamento. 

Segmentação de anúncio para o público-alvo

Ao entrar para o Adsense, os criadores adquirem controle total do tipo de anúncio que desejam exibir e ainda informam para a plataforma qual o seu nicho e público-alvo. 

Um benefício do Google Adsense é que o programa seleciona conteúdos que tenham relação com aquele criador digital. Dessa forma, o público do site ou canal recebe apenas propagandas de assuntos relacionados, o que torna maior a chance de gerar conversão. 

Variedade de formatos

Seguindo a linha de criar uma boa experiência para o usuário, o Adsense possui diferentes formatos de anúncios e o criador de conteúdo é livre para escolher o que mais tem a ver com o seu nicho. Dessa forma, o usuário não corre riscos de ver seu site com a página poluída que possa distrair o público do conteúdo. 

Opções de posicionamento de anúncio

Além de selecionar anúncios de acordo com o público-alvo, é possível ao produtor de conteúdo escolher o posicionamento de cada anunciante no site, já que o fator interfere diretamente no número de cliques que poderá receber. Indica-se posicionar o anúncio de tal forma que ele obtenha maior destaque, onde a taxa de cliques poderá ser maior. 

Desvantagens do Adsense 

Mesmo possuindo benefícios, o Google Adsense é uma plataforma que ainda apresenta falhas e as desvantagens existem. É preciso ter em mente que os ganhos do programa podem não ser crescentes o tempo todo.

Para retirar o saldo do Adsense, é necessário atingir o mínimo de US $100. Enquanto alguns criadores de conteúdo digital demoram poucos meses para alcançar o valor, outros levam cerca de um ano.

Portanto, para os usuários que recebem cerca de 40 visitantes por dia, por exemplo, o Google Adsense pode não ser uma boa estratégia, visto que são os acessos que geram a monetização. A questão é relativa, mas depende da forma que cada um enxerga e produz para o próprio site.

Nesse sentido, um esforço para investir no conteúdo pode ser necessário, estudando bem os nichos e pensando em narrativas que possam agradar mais o público. Independente de ganhar ou não dinheiro, o conteúdo de um site deve ser relevante. 

Além disso, um dos maiores impactos negativos da plataforma é o cancelamento de conta imediato. Normalmente isso ocorre quando o Google desconfia de algum tipo de descumprimento das regras e políticas de publicidade.

Alternativas ao Adsense

Para os criadores de conteúdo que de alguma forma não obtiveram sucesso com o Google Adsense. Ou ainda acreditem que não seja o melhor momento para investir na plataforma, existem outras alternativas na web que oferecem monetização de conteúdo. Alguns exemplos entre os mais populares são Propeller Ads, Associados Amazon e Infolinks.

O Propeller Ads é uma das principais alternativas ao Google Adsense e trata-se de uma rede de publicidade que faz conexões entre anunciantes e produtores de conteúdo digital, oferecendo soluções de marketing e desempenho para que os clientes tenham retorno financeiro. O cadastro é feito de forma simples e diferente do Adsense, não há exigências em relação ao tempo que o site está no ar.

Já nos Associados Amazon, o filiado compartilha os produtos e os programas disponíveis no site da companhia, por meio de links, e ganha uma porcentagem das compras qualificadas geradas por eles. Podem participar do programa criadores de conteúdo que possuam um site, uma rede social ou um aplicativo.

Portanto, com o diferencial de oferecer publicidade em canais de texto, o Infolinks é uma plataforma que foca em entregar mensagens publicitárias diretamente para usuários engajados.

Portanto, o programa rastreia toda a página do blog em busca das palavras-chave e associa automaticamente os anunciantes contratados com os trechos mais relevantes do texto. A plataforma não exige número mínimo de visualizações e o pagamento via Paypal é feito em até 45 dias.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos