GMN resgata pássaros silvestres em Cidade da Esperança e Nova Natal

junho 1, 2020 0 Por Romário Nicácio
GMN resgata pássaros silvestres em Cidade da Esperança e Nova Natal

Equipes do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) atuaram, no último domingo (31), em ações de combate ao tráfico de animais silvestres resultando no resgate de 10 pássaros em missões realizadas nas feiras livres dos bairros de Cidade da Esperança, Nova Natal e numa residência em Cidade Praia, na zona Norte da capital.

Na operação, os guardas municipais catalogaram seis espécies resgatadas, sendo elas o Galo-de-Campina (02), Sibite (02), Golinha (02), Bigode (02), Azulão (01), e Sanhaço Cinzento (01). Os pássaros estavam presos em pequenas gaiolas e viajantes e todo o material utilizado para manter as aves confinadas foi apreendido e será destruído.

Os guardas municipais distribuíram os pássaros em gaiolas limpas e mais adequadas a cada espécie resgatada. “As aves foram alimentadas e tratadas de acordo com os princípios ornotológicos mais apropriados possíveis, inclusive quanto a banho de sol pela manhã e iluminação para o seu pernoite até a soltura definitiva na natureza”, relatou o guarda ambiental, A. Pereira.

O tráfico e o comércio ilegal de espécies da fauna silvestre é crime podendo o transgressor ser punido com pena de seis meses a um ano de detenção, além de multa administrativa por crime ambiental de tráfico, que corresponde a R$ 500 por ave e se o animal for ameaçado de extinção, o valor sobe para R$ 5 mil.

O crime é previsto na Lei Federal 9.605/98 e o cidadão pode denunciar esse tipo de delito nos números 190 (Centro Integrado de Operações em Segurança Pública – Ciosp), 181 (Disk Denúncia – Polícia Civil) ou 3616-9829 (Ouvidoria da Semurb).