Gabrielly: a pequena gigante que nasceu com quase 6kg no Paraná
Foto: Maira Cristina Trevisan/Reprodução

Gabrielly: a pequena gigante que nasceu com quase 6kg no Paraná

setembro 27, 2017 0 Por Aline Rodrigues

Uma bebê nascida no dia 19 de setembro, no Hospital Universitário de Cascavel, oeste do Paraná, saiu de sua mãe com medidas mais que esperadas pelos médicos. Gabrielly Trevisan Ferreira, hoje com nove dias de nascida, pesava 5,720 quilos e 54 centímetros, 2 quilos a mais que o normal.

A pequena ainda não teve a oportunidade de ir para casa. Segundo a mãe da menina, Maira Cristina Trevisan, de 36 anos, o enxoval preparado por ela, não cabe. Ao G1, ela explicou que as enfermeiras do hospital, precisaram usar roupas de crianças maiores em Gabrielly. “As roupinhas de recém-nascidos não serviam”. Maira Cristina ainda brincou pedindo doações: “Estou aceitando presentes”.

Maira explicou que sua gravidez, mesmo sabendo que era de risco, foi bem tranquila. A barriga cresceu muito, e parecia ser de gêmeos, segundo ela. “Com seis meses ela já pesava 1,9 quilos. Normalmente com esse tempo uma criança pesa cerca de 600 gramas”, disse.

Mesmo fora do normal, a pequena Gabrielly deverá sair do hospital direto para a casa já na próxima quinta-feira (28). “Ela está fazendo um tratamento, mas os médicos disseram que está bem. É que o coraçãozinho se desenvolveu mais do que o comum, mas ela está normalzinha”, contou.

Bebês gigantes no Brasil

Segundo registros, pelo menos 131 milhões de bebês nascem no mundo todos os anos. A média de peso dos recém-nascidos, normalmente, é de 3,4 quilos. Desse número, 5% dos nascem fora do peso ideal.

Um desses registros foi o bebê Moacir, que nasceu no sertão de Pernambuco. Moacir nasceu com 58 centímetros e com quase 8 quilos. Ele é o maior de todos os bebês gigantes já nascidos no mundo, segundo uma reportagem exibida em 2016.

O maior bebê registrado antes de Moacir foi uma menina com pouco mais de seis quilos, na Alemanha.

O médico explicou, na época, que o crescimento anormal de Moacir foi uma possível diabete que a mãe contraiu durante a gravidez. Mas, apesar do tamanho, Moacir estava saudável.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!