Funcionário que divulgou imagens do local de trabalho foi demitido por justa causa

Funcionário que divulgou imagens do local de trabalho foi demitido por justa causa

A 2ª Vara do Trabalho de Natal manteve a demissão, por justa causa, de um trabalhador que filmou, sem autorização, o local de trabalho e divulgou nas redes sociais. O profissional, que prestava serviços como terceirizado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Pajuçara, em Natal, confirmou que fez a filmagem e sua divulgação, porque a empresa não oferecia condições adequadas de trabalho.

Na filmagem, o ex-empregado afirma que os trabalhadores terceirizados não tinham acesso ao refeitório da UPA, que era privativo dos funcionários do município.

Por esse motivo, os terceirizados eram obrigados a fazer as refeições na parte externa da UPA, ao lado de um deposito de lixo hospitalar e de um gerador de energia.

Após o vídeo viralizar nas redes sociais, a JMT Serviços de Locação de Mão de Obra demitiu o trabalhador, por justa causa.

O empregado tentou reverter a justa causa na justiça, mas a juíza do trabalho Anne de Carvalho Cavalcanti, da 2ª Vara do Trabalho de Natal, manteve a demissão.

Para a juíza, o trabalhador não apresentou quaisquer elementos capazes de respaldar as acusações feitas. Ela reconheceu que a “conduta do autor fora grave o suficiente para quebra da fidúcia necessária à manutenção do vínculo de emprego”.

A atitude do trabalhador, no entendimento da juíza, atinge não apenas o ambiente interno de trabalho, mas especialmente, a honra da empresa perante terceiros, “a denotar a maior amplitude dos efeitos nefastos da ofensa”.

Dessa forma, foi mantida a justa causa e a JMT Serviços de Locação de Mão de Obra foi condenada a recolher, para a conta vinculada do trabalhador, depósitos do FGTS que não foram feitos pela empresa. Cabe recurso.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: