A Polícia Federal prendeu na noite da quinta-feira (9), no Aeroporto Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, um funcionário público aposentado, catarinense, de 62 anos, acusado de tráfico internacional de drogas. O homem desembarcou em um voo vindo da Europa, trazendo na bagagem 57 mil comprimidos de ecstasy, cerca de 13 kg.

A prisão aconteceu quando os policiais federais realizavam fiscalização de rotina junto aos passageiros de um voo internacional e receberam a informação da Receita Federal de que o raio x havia detectado um conteúdo suspeito em duas malas. As bagagens foram separadas das demais e o dono convocado para presenciar uma vistoria, oportunidade em que foram achados, escondidos em fundos falsos, seis tabletes envoltos em fitas plásticas, os quais, submetidos ao exame de narcoteste, deram resultado positivo para droga sintética.

De imediato, o acusado recebeu voz de prisão e foi conduzido para a sede da Polícia Federal em Lagoa Nova, onde a droga foi periciada e apresentou resultado preliminar positivo para a família das anfetaminas e/ou derivados (ecstasy).

Durante o seu interrogatório, o acusado disse que foi contratado por um desconhecido em Florianópolis/SC. De lá, viajou até Amsterdã, na Holanda, onde recebeu as duas malas, mas afirmou não saber o que elas continham, embora acreditasse ser dinheiro. Declarou, ainda, que pegou um voo em Lisboa, Portugal, com destino a Natal, de onde partiria de ônibus até Santa Catarina, local em que a bagagem deveria ser entregue, embora não soubesse exatamente quem seria o destinatário.

Indiciado por tráfico internacional de drogas, o acusado permanece custodiado na Superintendência da PF à disposição da Justiça.

Esta foi a segunda maior apreensão de droga sintética já realizada pela PF em solo potiguar. Somente no ano de 2016, mais 51 mil comprimidos de ecstasy foram apreendidos no aeroporto Aluízio Alves, com cinco suspeitos presos em flagrante.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.