Fotógrafo é baleado em manifestação contra Charlie Hebdo no Paquistão

Fotógrafo é baleado em manifestação contra Charlie Hebdo no Paquistão

Romário Nicácio janeiro 16, 2015 Mundo

Um fotógrafo da agência France Press foi atingido por um tiro durante uma manifestação em Karachi, Paquistão, contra o jornal satírico francês Charlie Hebdo. Segundo informações da imprensa local, cerca de outras duas pessoas ficaram gravemente feridas durante o protesto em frente ao consulado francês. O repórter fotográfico Asif Hassan foi transportado para o Hospital Jinnah, onde será submetido a uma cirurgia.

“O projétil da bala atravessou o pulmão e saiu pelo peito. Hassan encontra-se em perigo”, disse à France Press, o porta-voz do hospital, Seemi Jamali.

A polícia paquistanesa afirma que o disparo foi feito por um dos manifestantes. Já alguns participantes do protesto acusam os policiais de terem disparado contra o grupo.

Contudo, para acabar com o protesto, as autoridades paquistanesas atiraram, lançaram granadas de gás lacrimogêneo e utilizaram jatos de água para intimidar e dispersar a multidão.

As manifestações contra o periódico foram convocadas por partidos islâmicos paquistaneses ofendidos com a publicação de novas caricaturas do profeta Maomé na última edição do Charlie Hebdo – a primeira após os ataques da semana passada, no qual 12 pessoas foram assassinadas.

Outros protestos contra o jornal já foram registrados em outras cidades paquistanesas como a capital, Islamabad, e Multan, onde uma bandeira francesa foi queimada durante a manifestação.

Outros artigos