RN

Força Nacional chega ao RN nesta segunda-feira (12)

Força-Nacional
Força Nacional (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

O governador Robinson Faria confirmou neste domingo (11) a chegada de 116 homens da Força Nacional no Rio Grande do Norte na segunda-feira (12) à noite. A Força Nacional irá atuar em conjunto com as policias locais para fortalecer a segurança pública no estado.

A chegada do reforço irá coincidir com o início da instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta. O presídio será o segundo do Rio Grande do Norte a receber este tipo de proteção. A instalação e manutenção dos bloqueadores foi autorizada no dia 27 de junho deste ano, quando foi publicado no Diário Oficial do Estado a contratação da empresa Neger Tecnologia e Sistemas para a realização do serviço, que custou ao Estado o valor de R$ 174 mil.

A Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP) foi a primeira a receber os bloqueadores de sinal de celular. Os apenados ficaram “revoltados” e ordenaram a realização de vários atentados por todo o Estado. Forças Militares foram solicitadas ao Governo Federal para garantir a Lei e a Ordem no estado.

Com o ocorrido, o governo do Rio Grande do Norte decidiu que não iria “recuar na instalação dos bloqueadores celulares”. Na ocasião, o governador Robinson Faria disse: “O governo está decidido a enfrentar qualquer ato violento que acontecer no Estado. Não vamos recuar na instalação dos bloqueadores celulares nos presídios e não há possibilidade de negociação com líderes de movimentos criminosos. Os policiais estão liberados a agir com autonomia e conforme a lei para prender todos os responsáveis por essas ações de vandalismo”

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.