Mais vendidos

Carros mais vendidos até dia 12 de janeiro de 2024

De acordo com a recente divulgação de dados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), percebe-se um cenário altamente competitivo no mercado automobilístico brasileiro. O Hyundai HB20, um veículo do segmento hatch, mantém sua posição de liderança no ranking dos carros mais vendidos. Nas primeiras semanas de janeiro, este modelo alcançou um expressivo volume de vendas, com 4.614 unidades comercializadas, embora a diferença para os concorrentes venha diminuindo.

A Fiat Strada, ocupando a segunda posição no ranking dos carros mais vendidos, registrou a venda de 3.766 unidades até o momento, aproximando-se gradativamente do líder. É importante destacar que a picape Fiat Strada concluiu o ano de 2023 na liderança do mercado, com um total impressionante de 120.603 unidades vendidas.

Fiat Strada Volcano MT 2024
Foto: Reprodução/Fiat Amazonas Ipiranga N

No competitivo segmento de veículos utilitários esportivos (SUVs), o modelo sul-coreano Hyundai Creta destaca-se como um líder de mercado inquestionável. Dados recentes mostram um desempenho de vendas notável para o Creta, que registrou a comercialização de 2.281 unidades.

Paralelamente, o Chevrolet Onix, um dos modelos mais populares no mercado automobilístico brasileiro, fechou o ano de 2023 com números impressionantes, alcançando a marca de 102.049 unidades vendidas. Neste início de ano, o Onix manteve seu ímpeto, vendendo 2.280 unidades e assegurando a quarta posição no ranking dos carros mais vendidos do país, ficando apenas 1 unidade atrás do Hyundai Creta.

O Volkswagen Polo alcançou a quinta posição em emplacamentos, registrando um total de 2.172 veículos, estando bem próximo do Hyundai Creta e do Chevrolet Onix. No ano anterior, 2023, o Polo se destacou como o segundo carro mais vendido no Brasil, com um volume de vendas de 111.247 unidades.

O Fiat Mobi vem ganhando destaque no cenário automotivo devido à sua eficiência e praticidade, alcançando a sexta posição no ranking de vendas do mercado. Com um total de 1.927 unidades vendidas, o modelo confirma sua importância entre os consumidores.

Simultaneamente, o Chevrolet Tracker alcançou um marco significativo, garantindo a sétima colocação com um volume expressivo de 1.702 unidades vendidas. Este desempenho notável reforça a posição do Tracker como o segundo SUV mais vendido em sua categoria, destacando sua crescente popularidade e aceitação no mercado.

Seguro do Hyundai Creta 2024
Foto: Divulgação/Max Morumbi São Paulo, SP

O Fiat Argo, com um total de 1.742 veículos comercializados, assegurou o oitavo lugar no ranking de vendas. Adicionalmente, o Chevrolet Onix Plus apresentou um desempenho impressionante, com a venda de 1.579 unidades. Esse resultado notável impulsionou o modelo para a nona posição no ranking de vendas de automóveis.

Finalizando o top dez dos carros mais vendidos, o Nissan Kicks começou o ano de 2024 fortalecendo sua presença no mercado. Com 1.569 unidades vendidas, o modelo alcançou a décima posição, destacando-se como o mais emplacado do segmento de sedans.

Ranking dos carros mais vendidos até dia 12 de janeiro 2024:

PosiçãoModelosVendas
1Hyundai HB204.614
2Fiat Strada3.766
3Hyundai Creta2.281
4Chevrolet Onix2.280
5VW Polo2.172
6Fiat Mobi1.927
7Chevrolet Tracker1.912
8Fiat Argo1.742
9Chevrolet Onix Plus1.579
10Nissan Kicks1.569
11Fiat Toro1.520
12Toyota Hilux1.362
13Toyota Corolla Cross1.258
14VW Saveiro1.254
15VW Nivus1.187
16VW T-Cross1.129
17Fiat Cronos1.119
18Fiat Fastback1.114
19Toyota Corolla1.066
20Fiat Pulse1.060
21Honda HR-V1.041
22Jeep Compass1.013
23GWM Haval H6906
24Toyota Yaris hatch854
Ranking dos 24 carros mais vendidos do Brasil produzido pelo Fipe Carros, com dados da Fenabrave.

Josean Santos

Josean Belo dos Santos é um estudante de jornalismo e graduado em História pela UFPI. Ele possui ampla experiência no setor automotivo, iniciando sua trajetória em 2008. Além disso, atuou como colaborador em alguns dos principais sites do Brasil.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo