Notícias

Briga entre dubladores: ex-sócio acusa dublador de Batman de fraude e assédio

Foto: Divulgação

Há alguns dias surgiu um escândalo que está envolvendo dubladores brasileiros. A briga entre Márcio Seixas e o locutor e jornalista Marcelo Rezende, que foi seu ex-sócio na Fórmula da Comunicação Envolvente, tem se espalhado pela internet, e tem dividido opiniões de outros profissionais da área. Rezende (que não é o apresentador da Record TV) publicou 33 vídeos no YouTube acusando o agora ex-amigo, conhecido por dar a voz ao “Batman”, de fraude, má condução administrativa e até assédio sexual.

O primeiro vídeo foi publicado no dia 10 de agosto, um dia depois de o dublador ter denunciado numa rede social, que a página da Fórmula da Comunicação Envolvente havia sido invadida  e utilizada sem autorização dele. O ex-sócio desmentiu mostrando os acessos de Seixas no perfil.

Em uma entrevista, concedida a UOL, Rezende acusou o ex-colega. “A gota d’água foi quando ele forjou documentos para tomar a página do Facebook que eu criei e mantinha. Ele deletou as minhas postagens e publicou vídeos acusatórios, para fazer com que as pessoas ficassem contra mim, como se ele fosse vítima. E elas entenderam o recado, dizendo ‘aquele cara é um estelionatário’.  Ele estava enganando as pessoas e fazendo acusações falsas para tomar o negócio que criamos juntos  durante quase quatro anos e ficar com isso só para ele e a família”, informou.

Ele também fez acusações contra Seixas, referente a uma prestação de contas que ele ignorou, no valor de mais de R$ 200 mil e uma notificação extrajudicial enviada, por meio de advogados, ao dublador e sua  mulher. E as queixas não pararam. O locutou também reclamou que Seixas teria descumprido o contrato que atribuía ao sócio abastecer as redes sociais do curso com vídeos e áudios.

O acusado em questão foi procurado pela UOL. Por meio de sua equipe, Márcio Seixas respondeu que não concederá entrevistas porque “o caso em questão está ‘sub judice’, é objeto de processos judiciais que tramitam sob segredo de Justiça”.

Nos vídeos que foram publicados no YouTube, Rezende divulga áudios de WhatsApp atribuídos a Seixas nos quais ele faz xingamentos, critica parentes, dubladores e fãs e revela  casos extraconjugais com alunas do curso que mantinham juntos. Segundo ele, o dublador de 72 anos contratou uma das supostas amantes para trabalhar no curso, que  formou duas turmas, em 2015 e 2016. “Quando eu soube disso, fiz uma advertência séria: ‘Vamos retirar imediatamente essas mulheres daqui, elas não fazem mais parte da Fórmula da Comunicação Envolvente’, disse.

Rezende também diz ter sugerido seis propostas para romper a parceria, incluindo a venda de sua parte para Seixas, porém o dublador recusou todas. O fim da sociedade está sendo decidido nos tribunais.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.