Política

Filho de Bolsonaro usou dinheiro público para bancar viagens, diz Folha de São Paulo

Eduardo Bolsonaro
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil

(ANSA) – O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do candidato à Presidência Jair Bolsonaro, entrou em polêmica por ter usado dinheiro público para pagar passagens aéreas a Santa Catarina para treinos de tiros, em agosto de 2016, informou o jornal “Folha de São Paulo” nesta quinta-feira (18).

De acordo com a publicação, Eduardo aparece em um vídeo publicado no dia 28 de agosto de 2016 no seu canal do Youtube, que mostra o deputado em uma sessão de tiros em um clube privado em Santa Catarina.

A data da publicação coincide com a utilização de uma passagem aérea do Rio de Janeiro para Florianópolis um dia antes da gravação ser veiculada no canal de Eduardo. O vídeo possui mais de 5,8 mil visualizações.

Segundo a reportagem, o voo para Santa Catarina foi adquirido com dinheiro da chamada cota parlamentar, uma verba que todos os deputados federais têm direito, mas que é “destinada a custear gastos exclusivamente vinculados ao exercício da atividade parlamentar”, como explica a legislação.

No vídeo, Eduardo alerta que “armas de fogo matam”, mas afirma que “você é morto” quando entrega sua arma. Além disso, ele relata que estava em uma “sessão de desestresse” no treino de tiro.

Eduardo, que foi eleito por São Paulo e reeleito no início de outubro como o deputado mais votado do estado, com 82.224 votos, realizou diversas viagens para Santa Catarina e o Rio Grande do Sul desde o início do seu mandato, em 2015.

Em Santa Catarina, o deputado pratica o tiro esportivo. Já o Rio Grande do Sul era onde morava até julho de 2017 a atual namorada de Eduardo, a consultora Heloísa Wolf.

Segundo a reportagem, citando o sistema de transparência da Câmara, entre outubro de 2015 e 2016, o gabinete do deputado pediu reembolso de 21 passagens que tinha como destino Florianópolis e a cidade de Navegantes, no litoral de Santa Catarina.

No período, em 17 de outubro de 2015, Eduardo foi fotografado ao lado pai e outros dois amigos aproveitando a tradicional festa da Oktoberfest, em Blumenau. Um dia antes, o deputado comprou as passagens aéreas de ida e volta utilizando a cota parlamentar.

A reportagem cita que, em um ano, o deputado gastou R$ 21 mil apenas com passagens aéreas para o litoral catarinense. Enquanto outros R$ 19 mil foram gastos com passagens ao Rio Grande do Sul.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.