Fies ou Educa Mais Brasil: qual o melhor para começar a faculdade em 2020.2?

julho 25, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Fies ou Educa Mais Brasil: qual o melhor para começar a faculdade em 2020.2?

Atualmente, existem diversos auxílios estudantis para quem deseja começar uma graduação em faculdade particular conseguir adequar às mensalidades ao orçamento. Podemos citar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Educa Mais Brasil. Ambos podem ser utilizados por pessoas que não têm como arcar com os custos do ensino superior privado. Mas, é preciso entender a diferença entre eles, antes de saber qual é o ideal para você.

A principal diferença entre os programas é que o Fies funciona como um financiamento estudantil, isso quer dizer que, o governo irá financiar todo o curso, e durante os estudos, o universitário não precisa se preocupar com as mensalidades que só começam a ser pagas ao finalizar a graduação, conforme firmado em contrato.

Já o Educa Mais Brasil não é um programa do governo, mas de iniciativa privada e oferta bolsas de estudo com descontos que podem chegar a até 70%. Essas bolsas são disponibilizadas, pois o programa possui parceria com as instituições. Quem consegue o auxílio, deve pagar, durante o curso, o valor não coberto pela bolsa. Ao finalizar a graduação, estando adimplente com o Educa Mais e com a faculdade, não há dívida estudantil.

Como conseguir o Fies?

O Fies abre processo seletivo duas vezes ao ano. Para conseguir o Fies é exigido a participação em alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com uma pontuação mínima de 450 pontos e maior que zero na redação. Além disso, é preciso ter uma renda familiar máxima de três salários mínimos para essa modalidade.

Quem tiver no grupo familiar uma renda até cinco salários mínimos, pode participar do P-Fies, Programa de Financiamento Estudantil. Funciona da mesma forma que o Fies, mas, nesse caso, a oferta de vagas é feita pelos bancos privados, com a inserção de juros nas parcelas do pagamento.

Como conseguir o Educa Mais Brasil?

O Educa Mais Brasil não exige renda e nem nota do Enem para que os interessados possam pleitear uma bolsa de estudo. Diferente do Fies, quem quiser obter o benefício, pode acessar o site do programa em qualquer período do ano e se cadastrar gratuitamente. A vaga estando disponível é liberada na hora, caso não esteja, basta aguardar e, assim que estiver disponível, o candidato será sinalizado.

Clique aqui e confias as oportunidades no Educa Mais Brasil.

Qual o melhor para começar a faculdade em 2020.2?

Para tomar essa decisão é fundamental conhecer sobre os dois programas e levar em consideração o funcionamento deles. Se não tiver feito o Enem e nem quiser se preocupar em pagar o curso depois de formado, tendo condições de arcar com a metade não coberta, pode ser válido apostar em uma bolsa de estudo.

Caso tenha feito o Enem, conseguido uma boa nota e não tenha como pagar nenhum valor da mensalidade no momento, talvez o Fies seja uma alternativa. Mesmo sem conseguir financiar 100% do curso, é possível complementar o restante com uma bolsa do Prouni.