DestaquesSaúde

Febre: entenda as causas e conheça os diferentes tipos

Especialista da Rede de Hospitais São Camilo fala sobre os cuidados necessários durante o estado febril

O corpo humano tem como uma de suas características manter-se em determinada temperatura. Normalmente, para que o organismo esteja em uma situação favorável, o seu calor interno precisa estar entre 36 e 37 °C.

Quando esse limite é ultrapassado, o corpo passa a mandar sinais a partir de um fenômeno conhecido como febre. O estado febril passa a ser considerado a partir dos 37.8 °C e pode ser ocasionado por diferentes motivações.

A febre pode ser causada por uma anormalidade do cérebro ou pode ser produzida por substâncias chamadas pirógenos. Esses pirógenos incluem produtos de origem bacteriana, virais, fungos e toxinas”, afirma Dra. Danielle Silva de Melo, infectologista da Rede de Hospitais São Camilo de SP.

O corpo encontra na febre uma maneira de comunicar que há algo de errado acontecendo. A reação é uma forma de combater invasores, sendo um mecanismo de defesa diante de ameaças. Atualmente, ela tem sido um dos principais sintomas para indicar a presença de viroses, Covid-19 e gripes em geral.

Com o a chegada do inverno, a sua presença torna-se ainda mais frequente, porém há outras enfermidades que também dão indícios a partir dela. “Na maioria dos casos, a febre está relacionada a doenças infecciosas, mas pode indicar outras causas, como doenças autoimunes, infarto agudo do miocárdio, embolia pulmonar, vasculites, desidratação e neoplasias”, complementa a médica.

Frequentemente, a febre vem acompanhada de outros sintomas, mas alguns sinais como sonolência, confusão mental, desconforto respiratório, aumento da frequência respiratória, temperatura acima de 41°C, dor de cabeça e manchas pelo corpo devem acender um alerta.

Como medir a temperatura corretamente?

Para o diagnóstico inicial de febre, é recomendado a medição da temperatura do corpo a partir de um termômetro. “O local da medição da temperatura mais comum é a região axilar. Ele deve ficar bem-posicionado e com tempo suficiente para leitura. No caso de termômetro de mercúrio, o tempo pode variar entre 2 e 10 minutos. O intervalo entre as medidas pode mudar, sendo realizada a cada 6h ou quando houver clínica sugestiva de febre. É importante anotar a temperatura e o horário da medida”, explica a infectologista.

Os diferentes tipos de febre

Após confirmação de febre, é importante entender as diversas formas que ela se apresenta e saber diferenciá-las. Alguns padrões são:

  • Febre Contínua: Como o nome já diz, esse tipo de febre se mantém em certa temperatura, com pouca oscilação;
  • Febre Remitente: Consiste em variações maiores que 2ºC;
  • Febre Intermitente: Essa febre vai e volta, com oscilações entre temperaturas altas e normais;
  • Febre Irregular ou Séptica: A febre séptica também sofre com variações e temperaturas irregulares. Normalmente, existe alternância entre altos picos e queda na temperatura;
  • Febre Recorrente: A pessoa vivencia períodos com febre e, em seguida, grandes intervalos sem o sintoma.

E quais os cuidados necessários?

De forma geral, durante este período, recomenda-se alguns cuidados como:

  • Evitar o excesso de roupas;
  • Manter-se em repouso;
  • Alimentar-se de forma saudável;
  • Tomar banho em temperatura morna;
  • Manter-se bem hidratado.

Independentemente dos cuidados indicados, é importante salientar que, em casos de febre persistente por mais de 72 horas, o ideal é procurar o serviço de saúde para informações e orientações mais detalhadas.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.