Fátima nega que tenha fechado leitos de UTI em Mossoró e explica mudanças
Foto: Divulgação / Governo do RN

Fátima nega que tenha fechado leitos de UTI em Mossoró e explica mudanças

A governadora Fátima Bezerra negou, em nota oficial divulgada nesta quinta-feira (25), que tenha fechado leitos de UTI em Mossoró e em qualquer outra região do estado.

De acordo com a publicação em suas redes sociais, com o aval do Ministério da Saúde, “alguns leitos foram revertidos durante a estabilização da pandemia para leitos não covid-19, atendendo outras patologias”. A governadora do Rio Grande do Norte acrescenta ainda que fez “a transferência de leitos de alguns hospitais, como aconteceu com o Hospital Wilson Rosado para uma rede pública, de forma sustentável e correta”, informou.

Na nota, Fátima Bezerra também destaca que o Hospital São Luís, em Mossoró, possui 40 leitos de UTI contratados pelo estado, com mais 10 vagas em fase de expansão. Além disso, o município conta com a ampliação de mais 10 leitos no Hospital Rafael Fernandes.

Confira na íntegra:

“Olha pessoal, quero tratar de mais um assunto importante aqui. Em momento algum o nosso Governo fechou leitos de UTI em Mossoró. Muito pelo contrário! Estamos inclusive estruturando a abertura de mais leitos para o RN, incluindo Mossoró, como temos feito desde o início da pandemia.

Vamos esclarecer. Quando a pandemia estava estabilizada, a Sesap, com o aval do Ministério Público, reverteu alguns leitos Covid para atender outras patologias.

Também houve transferência de leitos de alguns hospitais, como aconteceu com o Hospital Wilson Rosado, para a rede pública. Tudo feito de forma sustentável e correta para atender à população.

Destaco que o Hospital São Luís tem hoje 40 leitos de UTI contratados pelo estado e está em fase de expansão de mais 10 leitos críticos, totalizando 50 leitos de UTI, além de outros 10 leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes. Ambos são unidades de referência COVID na região.

E ainda lá em dezembro, quando registramos um aumento no número de casos, dez leitos críticos de UTI Covid foram abertos no Hospital Rafael Fernandes.

Prova disso é que hoje vocês estão vendo a transferência de pacientes da região metropolitana para Mossoró, assim como para outros hospitais do interior do estado, uma vez que a rede de saúde da Grande Natal está colapsada.

Isso só mostra que acertamos ao investir em leitos na rede estadual de saúde e assim vamos continuar até que a pandemia chegue ao fim. Estamos alinhados e trabalhando incansavelmente em prol daquilo que é mais importante no momento: salvar vidas!”

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: