Fátima cobra agilidade do Governo Federal na definição do calendário de vacina contra Covid

Fátima cobra agilidade do Governo Federal na definição do calendário de vacina contra Covid

Fátima cobra agilidade do Governo Federal na definição do calendário de vacina contra Covid

Rafael Nicácio dezembro 9, 2020 Destaques

Na reunião dos governadores do Nordeste com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, nesta terça-feira (08) em Brasília, a governadora Fátima Bezerra pediu urgência na definição pelo Governo Federal de um calendário para a vacinação contra a Covid-19.

“Precisamos de datas e um calendário definido com as etapas e fases prioritárias. Isso requer urgência. É necessário também incluir entre as prioridades os professores e profissionais da educação”, afirmou a governadora. Ela registrou que as ações que cabem aos estados estão sendo realizadas. “A logística de distribuição, os equipamentos e insumos necessários para aplicação da vacina às pessoas, tudo isso está sendo providenciado pelos Estados”, declarou Fátima Bezerra.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) do RN articulou junto aos municípios, na Comissão Intergestores Bipartite, a utilização de R$ 1.195.000.00 para montar as estruturas de conservação, distribuição e aplicação com equipamentos de refrigeração, transporte e conservação de vacinas, capacitação dos vacinadores para centrais em Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Mossoró. “O estado fará adesão de ata de registro de preço e repassará os equipamentos aos municípios”, explicou Maura Sobreira, secretária adjunta da Sesap.

Diante do aumento de casos, Fátima Bezerra citou a Constituição brasileira que atribui ao Governo Federal a coordenação do Programa Nacional de Imunização. “O Governo Federal não pode abrir mão do seu papel. O Governo Federal deve adquirir as vacinas reconhecidas pela Anvisa, em quantidade suficiente para toda a população brasileira, e distribuir proporcionalmente aos estados. O tempo hoje é de união e solidariedade. As gestões públicas devem fazer o que lhes cabe, assumir suas responsabilidades. E no caso da vacina para a pandemia começa com o Governo Federal fazendo a sua parte”.

CORONAVAC

Fátima informou que já manteve contatos com o governador de São Paulo, João Dória e com a diretoria do Instituto Butantan para aquisição da vacina CoronaVac, como é conhecido o imunizante da chinesa Sinovac. “Não vamos medir esforços para garantir a vacinação e a imunização da população do nosso Estado”, enfatizou, para reforçar: “nossa expectativa é de que o Governo Federal passe a agir com celeridade para que possamos ter vacinas seguras e em quantidade suficiente para os Estados iniciarem o mais rápido possível o processo de vacinação. O Rio Grande do Norte precisa e deve ser imunizado. Ninguém, nenhuma autoridade deste país, tem o direito de agir neste momento por ideologia. A vacina é imprescindível para a saúde do nosso povo. O momento é de cuidar da saúde da população e preservar vidas”, encerrou.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos