786612

O Youtube finalmente terá um competidor a sua altura. A partir de agora, Mark Zuckerberg, CEO do Facebook,  passará a remunerar os produtores de conteúdo que postarem vídeos em seu site. A divisão de rendimento será a mesma do YouTube: 55% dos valores arrecadados com publicidade do vídeo ficarão com quem o criou, deixando os 45% restantes para o Facebook.

É a primeira vez que o Facebook tem feito qualquer tipo de compartilhamento de receita em torno de vídeo, e o campo para criadores de conteúdo é bastante transparente: Compartilhe seu conteúdo com a gente e vamos compartilhar um pouco do dinheiro que nós faremos, de volta com você.

Mas não será tão simples conseguir esse dinheiro, conforme explica o Re/code. Isso porque a remuneração só chegará aos trabalhos que aparecerem em Suggested Videos. Quando o usuário clicar em um vídeo, ele será levado a esse feed; lá, ele poderá rolar para baixo e encontrar material semelhante ao que o levou até ali.

Como ocorre no feed de notícias, o Suggested Videos exibirá vários formatos de publicidade. Vice-presidente de parcerias do Facebook, Dan Rose disse ao Re/code que provavelmente haverá uma escala de um anúncio a cada três vídeos.

O Facebook ainda não sabe exatamente como será feita a cobrança aos anunciantes. Para isso, a empresa pretende oferecer dois métodos com anúncios em vídeo – pagar pela impressão (uma visualização é contada assim que o vídeo começar a ser executado) ou pagar por visualização (onde o pagamento será contado após 10 segundos de visualização).

facebook

Entretanto, pelos próximos meses não cobrará nada para fazer propaganda de parceiros que usarem a nova plataforma. Inicialmente, apenas “algumas dúzias” de criadores poderão tirar vantagem da novidade, entre esses criadores, podemos citar a NBA, Fox Sports e Funny or Die. Quem pretende entrar no esquema, precisará se tornar parceiro oficial do site.

O novo feed de vídeos (já com publicidade) entrará em operação para iOS nas próximas semanas, sendo que as versões para Android e web serão lançadas dentro de alguns meses.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.