Variedades

Facebook amplia opções de gêneros para além do masculino e feminino

2_55
Foto: Reprodução

O Facebook habilitou no Brasil, nesta segunda-feira (2), o recurso que permite que usuários personalizarem o campo “gênero”, nas informações básicas do perfil. Com isso, acabou a exclusividade de “masculino” e “feminino”, e os cadastrados podem escolher qualquer definição.

Na versão brasileira da categoria “gênero”, há agora 17 novas identidades, como por exemplo: Travesti, Homem transexual, Mulher transexual, Trans homem, Trans mulher, Cross gender. Com o recurso, mais pessoas vão encontrar o gênero com que se identificam e criar um perfil mais adequado à sua realidade. Quem não encontrar, pode ainda escolher a alternativa “personalizado” e digitar o gênero que a representa.

De acordo com Bruno Magrani, líder de políticas públicas do Facebook Brasil, a novidade atende a uma demanda de usuários que não se sentiam confortáveis com as definições tradicionais. “Trabalhamos baseados no feedback do nosso público. Apresentamos o recurso para que pessoas que não se enxergam nos grupos ‘masculino’ e ‘feminino’ fiquem confortáveis para usar outra denominação”, afirmou, em evento na sede brasileira do Facebook, em São Paulo.

Outros países já adotaram o recurso, chamado “Custom Gender” (gênero personalizado): Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Itália, Alemanha, Dinamarca, Austrália, França, Espanha e Argentina. Segundo o Facebook, os países são escolhidos de acordo com as demandas do público local. “Existem culturas que são mais abertas a esse tipo de ferramenta, outras, não”, diz Magrani

Os usuários da rede podem ainda determinar a quem querem exibir sua opção de gênero – para amigos, grupos ou para toda a rede. A personalização também possibilita escolher o pronome pelo qual o usuário será tratado: “ele”, “ela” ou “neutro”.

Estados Unidos saíram na frente

O primeiro país a implantar essa mudança foram os Estados Unidos, no início de 2014. Inicialmente, o recurso consistia apenas na ampliação da lista de gêneros oferecidas. Recentemente, foi oferecida ao usuário a opção de escrever seu gênero, para aqueles que não se identificam com nenhuma das opções.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.