Mundo

Ex-militar australiano diz que “inevitavelmente irão usar ‘exterminadores’ em guerras futuras”

O uso de robôs autônomos letais é inevitável em futuros conflitos, considera um renomado oficial do exército australiano, Marcus Fielding, que possui experiência significativa em combate no Paquistão, no Afeganistão e no Iraque. Em seu artigo no “The National Interest” o expert indica que esses ‘Exterminadores’ estão ficando menores, mais inteligentes, mais baratos e mais letais. As informações são do Actualidad RT.

Estamos na era dos robôs e dos semi-autônomos drones , cuja participação no conflito está crescendo, lembra Fielding. Mas, no futuro, o primeiro país a usar robôs letais irá abrir uma nova geração na corrida armamentista que vai mudar todas as regras da lei militar e as características das guerras de hoje, disse Fielding. No entanto, o autor enfatiza os aspectos negativos dessas armas: o seu uso vai aumentar o número de possíveis vítimas entre a população civil e na ausência de normas internacionais sobre ele. A participação desses robôs também poderiam ir além do militar, adverte o ex-militar.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.