Foto: PMRN/ASSECOM/SD GLAUCIA

A maioria dos policiais ou agentes de segurança mortos entre 2012 e 2017 em terras potiguares foram executados fora do horário de serviço. É o que aponta levantamento do Observatório da Violência Letal Intencional do Rio Grande do Norte (Obvio).

Ao todo, neste período, foram mortos 65 policiais no estado potiguar, sendo, destes, 47 policiais militares (72,3% das vítimas); oito policiais civis mortos em expediente (12,3%), enquanto que guardas civis e agentes penitenciários contabilizaram cinco mortes cada (7,7%).

+ Policial Militar do RN tem o 7º pior salário do Brasil

Em 49% dos casos (32 agentes), os policiais acabaram mortos ao reagirem contra alguma ação violenta; em 43% das ocorrências (28 agentes), eles foram assassinados fora do expediente na corporação, mas durante atuação como seguranças. De todos os casos registrados, cinco policiais morreram enquanto atuavam em expediente.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.