Portal N10

Estudantes nigerianos são amarrados e chicoteados “por estarem atrasados”

Com um chicote para cavalos, os menores eram espancados em público pelo pessoal da administração da escola

Três pessoas ligadas a uma escola no estado nigeriano de Ogun, incluindo o dono e um professor, foram detidas na última quarta-feira (16) por terem amarrado vários estudantes do ensino médio à cruzes de madeira e os açoitado por estarem atrasados para a aula. O fato foi revelado pelo canal punchng.

Um policial, identificado apenas como Livinus, testemunhou a medida punitiva incomum quando passou pelo local a caminho do trabalho, e imediatamente exigiu que as autoridades escolares libertassem as crianças. No entanto, o proprietário do estabelecimento recusou-se categoricamente a cumprir a ordem.

Quando o policial tentou soltar os estudantes sozinho, o dono o espancou, junto com um dos professores. Além disso, os “educadores” atacaram um amigo de Livinus enquanto ele procurava algemas no carro para detê-los.

estudantes chicoteados na nigéria

Posteriormente, vários vizinhos tentaram ajudar o policial a entrar no prédio da escola, porém, mais uma vez o dono do local ofereceu resistência, no qual o policial teve que pedir reforços para fazer a prisão.

“É um incidente bárbaro”, que “não será permitido no século 21”, disse Abimola Oyeyemi, chefe de relações públicas da polícia estadual de Ogun. E acrescentou: “Eu não posso imaginar qualquer falha que pode cometer um estudante do ensino médio ao ponto de ser açoitado em público.”

You might also like

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.