Estrada da Produção em São Gonçalo do Amarante está com 21% das obras finalizadas

Estrada da Produção em São Gonçalo do Amarante está com 21% das obras finalizadas

De grande importância econômica para a Região Metropolitana de Natal, a Estrada da Produção, situada em São Gonçalo do Amarante, está com 21% das obras de implantação executadas. A via que está sendo construída pelo Governo do RN terá 12,9 quilômetros de extensão e vai facilitar o escoamento da produção agrícola, o transporte de mercadorias e o deslocamento populacional, além de dinamizar o turismo. O investimento é de R$ 16,8 milhões, por meio do Governo Cidadão e do Departamento de Estradas de Rodagem, com recursos garantidos pelo empréstimo junto ao Banco Mundial.

A estrada está sendo implantada em dois trechos, sendo o primeiro em 7,9 quilômetros, ligando a sede do município ao distrito de Serrinha (entroncamento do acesso sul ao Aeroporto e ao entroncamento da RN-312); e o segundo em um ramal que vai até o distrito de Boa Vista, com 5 quilômetros de extensão. Já foram realizados os serviços preliminares que contam com a implementação do canteiro de obras, instalada a placa de obra e as cercas e o serviço de terraplanagem da rodovia está em andamento. A expectativa é de que a obra seja concluída neste primeiro semestre.

Pelo fato de a nova rodovia cortar parte da zona rural do município, o Governo Cidadão teve que resolver alguns entraves no que diz respeito a intervenções na fauna e flora da localidade, além de ajustes necessários com relação à dominialidade. Para tanto, foi feito um trabalho em conjunto que contou com o apoio e empenho do Banco Mundial, do Núcleo Ambiental do Governo Cidadão, da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) de São Gonçalo do Amarante e do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema).

Destacando que se trata de um pleito antigo e que promoverá um impacto extremamente positivo à toda a região e à economia estadual, o secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro, falou da importância do trabalho integrado para que fosse dado início à intervenção: “Foram muitos os entraves que tivemos de solucionar. Formamos uma verdadeira força tarefa, contando com a nossa equipe do Governo Cidadão, do DER e do Idema para que conseguíssemos dar andamento do processo e a obra saísse do papel. Agora é acompanhar e fiscalizar cada passo para que a estrada seja entregue no prazo, trazendo mais desenvolvimento para a região”.

INTERIORIZAÇÃO

As obras da Estrada da Produção fazem parte dos investimentos que estão sendo aplicados em nove estradas potiguares, somando 217 quilômetros de vias reestruturadas ou a serem revitalizadas. Os investimentos garantidos pelo acordo de empréstimo junto ao Banco Mundial são de R$ 168 milhões e buscam garantir infraestrutura, mobilidade e acessos entre as regiões do Estado.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: