Este é o iPhone 13: poucas mudanças de design, mas grandes melhorias na câmera e na bateria

Após um ano de rumores, a Apple finalmente revelou o iPhone 13. Uma família de quatro aparelhos (iPhone 13, iPhone 13 mini, iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max) com poucas alterações de design, mas grandes melhorias na câmera, bateria e tecnologia de exibição.

iPhone 13 e iPhone 13 mini

Com telas de 6,1 e 5,4 polegadas, os novos iPhone 13 e 13 mini trazem poucas mudanças em relação ao design de borda plana do ano passado: um novo layout diagonal para as câmeras traseiras e um entalhe menor para a câmera traseira. Também uma nova opção de cor, semelhante a um rosa claro.

Mas vamos ao que é importante, que melhorias eles trazem? Para começar, um chip mais rápido e eficiente em termos de energia: o A15 Bionic, feito com tecnologia de cinco nanômetros. Inclui um processador de seis núcleos (até 50% mais rápido que a concorrência, de acordo com a Apple) e uma placa de vídeo quad-core (até 30% mais rápida que a concorrência, de novo, de acordo com a Apple). Além disso, um novo motor neural de 16 núcleos para tarefas de aprendizado de máquina (capaz de fazer 15,8 trilhões de operações por segundo) e um novo processador de sinal de imagem aprimorado.

Já o módulo da câmera inclui um novo grande angular com pixels maiores (1,7 µm) que deixa passar 47% mais luz do que seu antecessor. Inclui o sistema de estabilização de imagem por deslocamento do sensor óptico, que até agora era exclusivo do iPhone 12 Pro Max. Em vez de estabilizar o sensor, ele estabiliza a lente para imagens mais nítidas. Na seção de software, há um novo modo Cinema com efeito de profundidade para vídeo (um efeito bokeh automático que pode ser ajustado após a gravação) e uma ferramenta Photo Styles que permite aplicar filtros de cores inteligentes às fotos, preservando elementos como o tom da pele .

Ambos os modelos têm um mínimo de 128 GB de armazenamento, o dobro do ano passado, e sua bateria também dá um salto esperado de qualidade. Ambos os aparelhos têm baterias fisicamente maiores, o que, combinado com a eficiência energética do A15 Bionic, melhora sua vida consideravelmente. Duas horas e meia a mais de carga no iPhone 13 (em comparação com o iPhone 12 do ano passado) e uma hora e meia a mais no iPhone 13 mini (em comparação com o iPhone 12 mini do ano passado).

iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max

Com telas de 6,1 e 6,7 polegadas, os novos iPhone 13 Pro e 13 Pro Max vêm com um entalhe menor e uma nova opção de cor “Alpine Blue”, mas mantendo o design de seus antecessores.

Uma das principais novidades desses modelos “Pro” é o sistema ProMotion de até 120 Hz, uma tecnologia de tela semelhante a alguns terminais Android que adapta a taxa de atualização da tela para que o conteúdo pareça mais fluido em situações de rolar ou Toque. O painel também tem 25% a mais de brilho, até um máximo de 1000 nits.

As câmeras também ficam melhores. Não apenas por causa do novo processador de sinal de imagem ou novas ferramentas de software como o modo Cinema e Photo Styles mencionados acima, mas porque eles são novos no nível do sensor e da lente. A nova grande angular apresenta um obturador mais rápido, um sensor maior com pixels de 1,9 µm e uma lente de abertura ƒ / 1,5 mais brilhante, que juntos reduzem o ruído em situações de pouca luz. A nova câmera principal é até 2,2 vezes melhor do que o iPhone 12 Pro e 1,5 vezes melhor do que o iPhone 12 Pro Max, de acordo com a Apple. E desta vez não há diferenças entre o iPhone 13 Pro e o iPhone 13 Pro Max. Por exemplo, ambos incluem estabilizador óptico de deslocamento de sensor.

A câmera ultra-grande angular também foi renovada com uma lente de abertura ƒ / 1.8 muito mais brilhante e um novo sistema de foco automático que, de acordo com a Apple, melhora os resultados em 92% em ambientes com pouca luz. Este novo design torna o modo macro possível no iPhone pela primeira vez. Já a teleobjetiva sobe de duas (ou duas e meia ) a três vezes.

Voltando ao software, agora o modo Noturno pode ser usado com todas as câmeras, inclusive a teleobjetiva. Também há melhorias na faixa dinâmica graças ao Smart HDR 4, e melhorias importantes na gravação de vídeo, como o modo Cinema anteriormente mencionado (que pode alterar o foco da gravação durante e após a filmagem, no aplicativo Fotos e no iMovie para iOS, e em breve no iMovie para macOS e Final Cut Pro), mas também suporte para ProRes, um codec de vídeo amplamente utilizado em produções profissionais.

Quanto à bateria: o iPhone 13 Pro tem até uma hora e meia a mais de autonomia que o iPhone 12 Pro, enquanto o iPhone 13 Pro Max dura até duas horas e meia a mais que o iPhone 12 Pro Max.

Disponibilidade e preços

Assim como no ano passado, o iPhone 13 e 13 Mini são as opções mais baratas da linha e vão custar a partir de US$ 699 nos Estados Unidos e de R$ 6.599 no Brasil. Já as variantes Pro são mais caras, e os preços vão começar em US$ 1.099 nos EUA e em R$ 9.499 no comércio nacional.

Confira os valores a seguir:

Ainda não há informações sobre a data de lançamento do iPhone 13 no Brasil.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui