Mundo

‘Estado Islâmico’ diz ter decapitado refém japonês

150129092314_goto_624x351_reuters
Goto teria ido à Síria para tentar negociar a libertação de outro refém japonês decapitado pelo EI (Foto: Reprodução)

O Estado Islâmico (EI) divulgou neste sábado (31) um vídeo na internet que supostamente mostra a decapitação do refém japonês Kenji Goto. O governo nipônico e os EUA tentam verificar a autenticidade do vídeo.

A gravação é divulgada menos de uma semana após a notícia da decapitação de outro homem japonês, Haruna Yukawa. Goto, de 47 anos, é um conhecido jornalista freelancer e documentarista que teria ido para a Síria em outubro para facilitar a libertação de Yukawa. O “Estado Islâmico” pediu US$ 200 milhões (R$ 532 milhões) de resgate por ambos.

Nas imagens, um jihadista – com sotaque britânico – encapuzado aparece atrás de Goto, que está ajoelhado e vestido com um macacão laranja. O decapitador culpa o governo japonês pela morte do refém. O vídeo termina com a foto de um corpo no chão com a cabeça ao lado. Dirigindo-se ao governo japonês, o jihadista disse: “Vocês, como os seus estúpidos aliados da coalizão satânica, não entenderam ainda que somos um califado islâmico, com autoridade e poder pela graça de Deus, um Exército inteiro sedento de sangue”.

Autoridades japonesas estavam trabalhando junto à Jordânia para conseguir a libertação do jornalista e de um piloto jordaniano, Moaz Al-Kasasbeh.  A porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Bernadette Meehan, expressou solidariedade ao governo japonês.

“Assistimos ao vídeo que supostamente mostra que o japonês Kenji Goto foi assassinado pelo grupo terrorista Estado Islâmico. Estamos trabalhando para confirmar sua autenticidade. Os Estados Unidos condenam fortemente as ações do Estado Islâmico e exigem a libertação imediata de todos os reféns.”, disse à BBC.

As informações são da BBC

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.