Ciência

Especialistas querem recuperar texto oculto no Novo Testamento da Bíblia

Bíblia

Traduzida em diversos idiomas, a Bíblia Sagrada pode guardar segredos ocultos jamais imaginados, pensando nisso, especialistas no mundo todo tentam “decodificar” seus segredos. Uma equipe de especialistas universitários da Grã-Bretanha se propôs a recuperar o texto ancestral, Codex Zacynthus, oculto no manuscrito do Novo Testamento, datado do século VI ou VII. As informações são do Daily Mail.

O antigo código é considerado um elemento crucial para a abordagem de qualquer estudo sobre o Novo Testamento. Por isso, os especialistas da Universidade de Cambridge esperam revelar seus segredos assim que for possível arrecadar mais de 1 milhão de libras para comprá-lo.

Os especialistas pretendem decifrar o código oculto no Novo Testamento

Os especialistas pretendem decifrar o código oculto no Novo Testamento

Procedente do século VI ou VII, o Codex Zacynthius foi deteriorado pela ação do tempo e pela manipulação da mão do homem, que, até o século XIII, introduziu novas passagens, escrevendo em cima de conteúdos originais ou borrando-os. O original dessa obra, que serviu de base a muitas religiões, pertenceu por mais de 200 anos à Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira, até ser leiloado pela instituição por conta de problemas financeiros.

Desde 1984, o manuscrito descansa na biblioteca da Universidade de Cambridge, à espera de um comprador, por parte da mesma entidade, que permitirá submetê-lo a uma análise científica.

O Codex Zacynthus foi decifrado pela primeira vez no ano de 1861, e os especialistas estão convencidos de que contém sérios erros, os quais esperam esclarecer através das técnicas mais modernas.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.