Especialista aponta motivos para trocar investimento na poupança por renda fixa
Foto: Pixabay

Especialista aponta motivos para trocar investimento na poupança por renda fixa

abril 12, 2017 0 Por Romário Nicácio

Foi-se o tempo em que guardar dinheiro na poupança era sinal de segurança e rentabilidade. Ao contrário do que muitos pensam a poupança não é o único investimento seguro do mercado. Atualmente é possível realizar aplicações com maior rentabilidade e proteção do dinheiro. Segundo o Educador Financeiro e CEO do ABC do Investidor, Mikael Fontes, “O pequeno ganho com a poupança pode ser superado pela inflação, caso esta passe dos 7% ou 8% e com isso sua rentabilidade real fica negativa”.

A rentabilidade da poupança não é tão boa quanto parece pois, ela só ocorre a cada 30 dias, a partir da data de aplicação, ou seja, se investir no dia 10 a aplicação só vai gerar juros no dia 10 do mês seguinte. Já nos outros investimentos em renda fixa, a rentabilidade é diária, gerando a “mágica” do juros sobre juros.

Atualmente, o maior ponto forte da poupança está na isenção de Imposto de Renda (IR) para as pessoas físicas, mas existem outras aplicações como LCI e LCA que também possuem o beneficio de isenção do IR. Além disso, mesmo as aplicações com incidência de imposto de renda, por exemplo, um CDB, geralmente rende mais que a poupança e neste caso será necessário comparar a rentabilidade líquida.

Segundo o Educador Financeiro, a grande população utiliza a poupança por falta de conhecimento em investimentos ou comodidade. “Todo mundo sempre ouve de um familiar para fazer uma poupança. Uma alternativa disponível e acessível a todos e considerada até mais segura é o Tesouro Direto Selic. Diferentemente da poupança, este rende diariamente, possui maior rentabilidade e você poderá resgatar no momento que surgir a emergência sem perder a rentabilidade até a data de resgate”, orienta.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!