Mundo

Esforço para salvar castores teve efeito colateral

Os esforços da humanidade para salvar da extinção os castores ao longo do século passado tiveram um efeito colateral eco-amigável: Os animais, cuja população se recuperou, está contribuindo para a mudança climática, dizem os pesquisadores no EurekAlert .

Barragens criadas em lagoas rasas, podem hospedar níveis crescentes de carbono como material biológico se acumula no chão. O resultado é o metano, um gás de efeito estufa que não se dissolve nas lagoas; em vez disso, que se desloca para a atmosfera.

A consequência disso atualmente é que as lagoas ocupadas polos castores liberam 200 vezes mais metano do que liberavam em 1900, quando existia a caça dos animais ameaçados de extinção. Hoje, existem cerca de 10 milhões deles, afirmam pesquisadores no Canadá em um novo estudo.

Um resultado é cerca de 16.000 quilômetros quadrados de lagos represados, o que levou à libertação de 882.000 toneladas de metano. E esse número pode crescer, diz a pesquisa.

Castores não são os únicos roedores que contribuem para mudanças climáticas, de acordo com relatórios independentes: esquilos árticos estão fazendo a sua parte, também, dizem cientistas americanos. Eles cavam tocas, que aquece o solo e ajuda o derretimento do gelo.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.