Sem Censura (Sexta-Feira)
Imagem: TV Brasil/Divulgação

O Sem Censura desta sexta-feira, 25 de outubro de 2019, futuro e tecnologia em debate.

Os convidados do programa conversam sobre comércio eletrônico, inovações na área do Direito, além de consumo e segurança digital.

O engenheiro Vinicius Attilio, diretor comercial da Balko, fala de como o comércio eletrônico pode incentivar o mercado de precatórios – ordens que a justiça emite determinando que o Governo pague uma indenização. Ele também explica o que são as legaltechs (empresas que desenvolvem tecnologias aplicáveis ao meio jurídico) e fintechs (aquelas que usam recursos tecnológicos para oferecer serviços financeiros de uma forma inovadora).

Para comentar sobre o uso das tecnologias na área do Direito, os apresentadores Vera Barroso e Bruno Barros conversam com Bruno Feigelson, um dos diretores da Future Law. O especialista em futurismo diz quais são os limites éticos da aplicação de dados na esfera jurídica e destaca a necessidade de capacitação dos profissionais para essas inovações.

Ainda durante o programa, a advogada Milla Talarico fala do exagero do consumo tecnológico, potencializado pelos aplicativos desmartphones. Ela amplia o debate reforçando a importância da segurança digital, uma preocupação recorrente em um mundo cada dia mais conectado.

O consumo do futuro também é avaliado pelo pesquisador e professor Eduardo Magrani, que trabalha há mais de dez anos com regulação, políticas públicas, propriedade intelectual e direitos fundamentais no universo online. Eduardo participou da elaboração da primeira legislação abrangente sobre o tema, o Marco Civil da Internet.

E a atração musical fica por conta do cantor pernambucano Romero Ferro, que lança o segundo álbum da carreira, “Ferro”. O novo CD tem dez faixas e mescla elementos do brega recifense, sonoridades do pop e nuances do movimento new wave.

Sobre o programa

Sob o comando de Vera Barroso, com Bruno Barros e Carol Rocha, o Sem Censura está no ar desde 1985. O programa tem uma hora de duração e extensão de 15 minutos no Facebook. A hashtag #semcensura nas redes sociais garante a interação com o público. O programa foi um dos primeiros da TV brasileira a abrir espaço para a participação dos telespectadores, ainda nos anos 1980.

Tudo isso e muito mais você pode conferir logo após a série Pablo, a partir das 17h, na TV Brasil.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.