Sem Censura
Imagem: TV Brasil/Divulgação

O Sem Censura desta quarta-feira, 20 de fevereiro de 2020, faz um alerta para a importância da imunização contra o sarampo.

Os apresentadores Vera Barroso e Bruno Barros conversam com Eliane Matos, pediatra e infectologista, médica da Assessoria Clinica de Biomanguinhos/Fiocruz. A especialista em saúde pública esclarece porque há um forte movimento antivacina na Europa e nos Estados Unidos que repercute no Brasil.

Durante o programa, Eliane ressalta a ameaça que os críticos à vacina representam ao defenderem que a imunização seria responsável por problemas de saúde. A médica explica a importância da vacinação e procura desfazer mitos e boatos em torno do assunto.

Ainda na quinta, a pediatra e infectologista Cristiana Meirelles fala sobre o sarampo, a gravidade do vírus, formas de contágio, sintomas e sequelas possíveis. O sarampo era considerado erradicado no Brasil até 2016, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) identificou que o país estava, havia um ano, sem registro de casos do vírus. Mas o quadro mudou em 2018 com um surto da doença.

Em 2020, o Ministério da Saúde divulgou que cinco estados ainda mantém a transmissão ativa do vírus: São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná e Pernambuco. Um bebê de oito meses morreu no início deste ano na Baixada Fluminense, em decorrência do sarampo.

Sobre o programa

Sob o comando de Vera Barroso, com Bruno Barros e Carol Rocha, o Sem Censura está no ar desde 1985. O programa tem uma hora de duração e extensão de 15 minutos no Facebook. A hashtag #semcensura nas redes sociais garante a interação com o público. O programa foi um dos primeiros da TV brasileira a abrir espaço para a participação dos telespectadores, ainda nos anos 1980.

Tudo isso e muito mais você pode conferir logo após a série Pablo, a partir das 18h, na TV Brasil.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.