Programação da TV Bernardo Vieira

Sem Censura – 18/09/2019: João Portinari, filho do pintor Cândido Portinari

Sem Censura – 18/09/2019: João Portinari, filho do pintor Cândido Portinari

O Sem Censura desta quarta-feira, 18 de setembro de 2019, programa recebe João Portinari, filho do pintor Cândido Portinari.

O Projeto Portinari completa 40 anos em prol da preservação do acervo e da memória do artista plástico Cândido Portinari. Para falar sobre essa iniciativa, o Sem Censura recebe João Portinari, filho único do célebre pintor.

Essa edição do programa também recebe a atriz Silvia Bandeira que está em cartaz com um musical em tributo à cantora Marlene Dietrich; o quiropraxista Lucas Rech, especialista em coluna vertebral; e a advogada Luciana Gouvêa que faz alertas sobre práticas financeiras abusivas que prejudicam os idosos.

Fundador e diretor-geral do Projeto Portinari, João comenta esse trabalho que reúne em seu acervo grandes obras do artista plástico que é considerado um dos mais importantes do país em todos os tempos, sendo o pintor brasileiro a alcançar maior projeção internacional. O convidado explica para os apresentadores Katy Navarro e Bruno Barros as principais realizações do projeto nessas quatro décadas.

Matemático, escritor e professor João Portinati já foi premiado com o Prêmio Jabuti de Literatura na categoria “Arquitetura e Urbanismo, Comunicação e Artes”, em 2005, pelo Catálogo Raisonné da obra completa de seu pai. Em sua trajetória, Cândido Portinari pintou mais de cinco mil obras, de pequenos esboços e pinturas de proporções padrão, como “O Lavrador de Café”, até gigantescos murais, como os painéis “Guerra e Paz”.

Em 40 anos, o Projeto Portinari realiza a catalogação e faz pesquisas sobre a obra do pintor, atende professores e estudantes, promove exposições e publica livros a respeito do artista plástico.

Outros convidados

Em cartaz com o espetáculo “Marlene Dietrich – as pernas do século”, a atriz Silvia Bandeira comenta a curta temporada da biografia musicada da diva alemã. Desde 2012, essa é a terceira vez que ela encena essa personalidade internacional nos palcos do Rio de Janeiro.

Primeira montagem teatral brasileira sobre Marlene Dietrich (1901-1992), a peça escrita pelo dramaturgo Aimar Labaki com direção de William Pereira aborda a vida e a obra desse ícone do cinema, da música e da moda que fez sucesso no século XX.

Celebrada como uma das personalidades mais marcantes da época, a atriz e cantora se destacou por sua originalidade e perfeccionismo. Tanto que grandes compositores escreveram canções especialmente para ela.

A trajetória da diva se mistura à história do século XX. Desde o início de sua carreira, Dietrich esteve sempre no centro dos acontecimentos: na Berlim dos anos 1920; em Hollywood, a partir dos anos 1930; no front da II Guerra Mundial, quando cantou para os soldados; em Paris e Nova York nas décadas seguintes.

Ainda neste Sem Censura, o programa conta com a participação do quiropraxista Lucas Rech. Ele explica os benefícios desta técnica de medicina alternativa cujo objetivo está relacionado ao tratamento de problemas na coluna vertebral.

Especialista em casos de contrato e conciliação, a advogada Luciana Gouvêa vem ao programa da TV Brasil para falar sobre abusos contra idosos. Ela relata quais são as práticas abusivas mais comuns cometidas por planos de saúde, bancos e prestações de serviços. A advogada esclarece os direitos dessas pessoas de exigirem indenizações em cada tipo de caso.

Sobre o programa

Sob o comando de Vera Barroso, com Bruno Barros e Carol Rocha, o Sem Censura está no ar desde 1985. O programa tem uma hora de duração e extensão de 15 minutos no Facebook. A hashtag #semcensura nas redes sociais garante a interação com o público. O programa foi um dos primeiros da TV brasileira a abrir espaço para a participação dos telespectadores, ainda nos anos 1980.

Tudo isso e muito mais você pode conferir logo após a série Pablo, a partir das 17h, na TV Brasil.

Sobre o autor | Website

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

Deixe um comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.