Chegou ao fim o leilão para exibir as próximas três temporadas da Liga dos Campeões (Champions League), principal torneio de clubes da europa. A Warner ganhou a fatia que engloba TV paga e streaming, enquanto o SBT ficou com a cota da TV aberta.

De acordo com o jornalista Gabriel Vaquer, do UOL Esporte, a proposta oferecida pela Warner foi muito mais alta do que a Globo queria pagar. Um dos empecilhos que pesou contra o grupo Globo foi a proposta por todas as mídias (TV aberta e TV paga), sem a opção de ficar com apenas um das duas. Com o alto valor ofertado pela Warner pela TV paga, restou o acerto com a emissora de Silvio Santos na TV aberta.

A expectativa da agência Team, que organizou todo o processo, era fechar com uma mídia que conseguisse abranger todo o país, algo que não era possível apenas com TV paga e Facebook. Como o SBT tem uma grande abrangência nacional e está iniciando um projeto de esportes na emissora – vide trabalho feito na Libertadores, optou-se por selar um acordo.

Outro fato que pesou a favor da emissora de Silvio Santos foi o fato de garantir a exibição dos jogos desde a fase de grupos do torneio, algo que nunca ocorreu na Globo. A emissora também se disponibilizou em exibir os parceiros comerciais da Uefa, o que também nunca aconteceu na Globo.

O contrato começa na edição 2021/2022 da Champions League e será válido até 2024 e o SBT terá direito de exibir um jogo por rodada, desde a fase grupos até a semifinal, além da final única com exclusividade em TV aberta.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.